28 de maio de 2010

Governo não atende professores. A greve continua

A greve dos professores da rede pública do Pará vai continuar. Mais uma vez não houve acordo com o governo da ex-sindicalista Ana Júlia Carepa. Como a greve, mais de 50 mil alunos vão continuar sem aulas. A greve foi deflagrada há 16 dias.
Segundo o Sintepp (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará ) o principal impasse entre categoria e o governo do Estado é em relação a gratificação denominada AD1 e AD2 que beneficia os professores que passaram em concursos para nível médio mas hoje possuem nível superior."Nós defendemos a porcentagem de 80% nessas gratificações, mas o governo apresentou apenas 10%. Não há isonomia", disse Mateus Ferreira, secretário geral do sindicato, ao Diário do Pará, jornal do PMDB. Na próxima terça-feira os professores realizam novo ato público em frente ao prédio da Assembléia Legislativa do Estado, a partir das 10 horas. E às 17 horas, os professores voltam a se reunir em assembléia para discutir os rumos da greve. Com o governo insensível às reivindicações dos professores, não há solução à vista.


Fonte: O paraense

Nenhum comentário:

Postar um comentário