25 de maio de 2010

Serra critica excesso de cargos comissionados: "Há uma obesidade"


Em discurso durante a sabatina promovida pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI) na manhã desta terça-feira (25/5), o pré-candidato, José Serra criticou o exesso de cargos comissionados na esfera pública. "Há uma obesidade na máquina. Como tem que melhorar a eficiência! Tem que ter gente, mas gente boa", disse Serra. A declaração foi feita em resposta à pergunta do presidente Associação Brasileira da Indústria de Elétrica e Eletrônicada (Abinee), Humberto Barbato, sobre reforma fiscal.O pré candidato criticou ainda o aumento da tributação sobre o saneamento no último governo. "Eu anuncio que, caso eleito, no dia dois de janeiro terá um projeto eliminando o imposto PIS/Cofins no saneamento", declarou.

Indústria automobilística
Quando o assunto foi a indústria nacional automobilística, Serra criticou o exesso de importações no setor. Para o tucano, a solução é alinhar câmbio e juros, além da integração entre política monetária, fiscal e de gastos públicos.

Tom informal
Nas considerações finais, o pré-candidato relembrou momentos da infância quando morara na Moca, uma vila operária em São Paulo. Segundo ele, "indústria sempre fez parte de sua biografia".O tucano finalizou se desculpando pelo 'tom informal' que diz ter adotado em sua fala. "Mas é preciso dizer com transparência o que a gente pensa. Eu ajudei a erguer a mesa da economia e não vou deixar que ela despenque", encerrou.
correio Brasiliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário