24 de maio de 2010

Tem paraense jogando bola pelo mundo. Veja!

Se ano de Copa do Mundo significa uma certa interação entre os países através da bola, imagina o que a bola significa para quem sai do próprio país para jogar futebol no exterior? Este é o caso de 18 paraenses que deixaram a terra do açaí para fazer sucesso em outros lugares.


Entre os países que receberam o futebol paraense estão, Portugal, Suécia, Alemanha, Argentina e até mesmo a Itália. Neste último caso, o 'papa-chibé' joga na primeira divisão do campeonato nacional e, inclusive, já conquistou nacionalidade italiana.


Curioso? Para quem acompanha o campeonato italiano, ver o camisa 27 do Cagliari em ação não é mais novidade. O atacante santareno de 31 anos foi o vice-artilheiro do time no 'Calcio' 2010, com 11 gols ao lado de nomes como Máxi Lopes e na frente de outros como o ídolo da Juventus, Alessandro Del Piero, que marcou nove vezes no certame. O Cagliari terminou a competição em 14º na tabela.


Já para quem aprecia o futebol mundial, vale conferir abaixo os paraenses que estão fazendo nome no exterior.


Élson, que jogou no Palmeiras, é uma das estrelas do Hannover, na Alemanha.


Giovani Fortunatti é o meia do La Comunicaciones, da Argentina.


Juninho, ex-Bragantino, faz parte do time do Libolo, da Angola.

Rodrigo Félix, ex-Paysandu, é o meia do Bahrain Club, no Bahrein.

Adriano Miranda veste as cores do OFK Slive, na Bulgária.

Marcelo Brás, ex-Carajás, joga no outro lado do mundo, na Coreia do Sul.

Andrezinho, ex-Remo, também tem que comer de 'palitinho' no país asiático.

Roma, que chegou a vestir a 9 do Flamengo, está no Chicago Fire dos Estados Unidos.

Edílson Belém, revelação do Ananindeua, levou o nome da cidade natal para Hon Kong, na China.

Beto, ex-Tuna e Remo, faz gols na Indonésia.

Jeda, é o paraense italiano do Cagliari.

Magnum, ex-Paysandu, é o meia do Nagoya Grampus, no Japão.

Marquinhos, ex-Remo, é o outro 'papa-chibé' que aprendeu a comer sushi, mas no Nagoya Oceans, do Japão.

Carlinhos, ex-Remo, foi bater bola no Makedonija Gjorce Petrov, da Macedônia.

Lima é o 'gajo' do ataque do Belenenses, de Portugal.

Wesllem também está em terras lusitanas, mas no ataque do Rio Ave.

Alex, ex-Paysandu, é o dono da lateral esquerda do Orgryte, da Suécia.


Rubinho, ex-Remo, agora é jogador do S.V. Royal, do Suriname.



Fonte: ORM

Nenhum comentário:

Postar um comentário