6 de julho de 2010

Cinco passos preciosos para concursos

Primeiro passo: qual a área de interesse?
Responder a essa pergunta ajuda MUITO na hora de se organizar. Escolher entre as áreas administrativa, jurídica, policial, tributária, de auditoria... etc vai nortear o que se tem que aprender.

Segundo passo: qual é o objetivo?
Aonde se quer chegar? Ter um destino final faz com que se possa estabelecer metas intermediárias e também serve para estimar um tempo mínimo necessário para conquistar a aprovação. Caso não exista um cargo específico, pode-se definir características como o nível de escolaridade, a faixa salarial, o local de trabalho...

Terceiro passo: quanto tempo se pode dedicar aos estudos?
Aqui começa o planejamento propriamente dito. Faça uma tabela com os dias da semana e os turnos - manhã, tarde e noite - e preencha com as atividades que tem. Inclua as tarefas domésticas, as atividades religiosas e as físicas e outras que tenham importância semelhante. Não defina o tempo de descanso e lazer neste momento. Com a tabela pronta será possível visualizar os horários livres e "negociar" o que não é prioridade. Não se esqueça de prever um tempo de estudo também aos fins de semana. E um detalhe: construa uma tabela coerente e realista, preservando os horários de refeição e de sono.

Quarto passo: o que tenho que estudar?
O volume e o conteúdo varia muito de concurso para concurso. Mas há matérias básicas como Português, Raciocínio Lógico, Direito Constitucional e Direito Administrativo. Pois bem, depois de ter definido o seu objetivo e área, liste as disciplinas comuns à maioria das seleções que se encaixam no perfil desejado. Crie uma boa base com essas matérias para que, quando a prova estiver mais próxima, você possa se dedicar às matérias específicas. E, claro, faça a distribuição levando em consideração que há leituras, anotações/resumos e exercícios.

Quinto passo: está dando certo?
Fazer uma auto-avaliação é muito importante. O objetivo é fazer o plano funcionar e, não raro, é necessário fazer alterações e adaptações na estratégia. Resolva provas anteriores - não só os exercícios - e contabilize os resultados, revise os pontos em que encontrou mais dificuldade antes de seguir com a matéria. Observe também se o tempo planejado para estudar condiz com sua realidade e dispibilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário