19 de julho de 2010

Com gol de Petkovic, Flamengo vence o Atlético-GO e chega ao G-4

Pintado de rubro-negro, o Serra Dourada foi palco de um jogo aberto e com muitas chances de gols. Mas quem deixou o estádio satisfeito e motivado foi o Flamengo, que apesar de ter sido pressionado no fim do jogo, venceu o Atlético-GO por 1 a 0 na tarde deste domingo. O único gol do jogo foi marcado por Petkovic, em pênalti sofrido pelo jovem Diego Maurício.
Com o resultado, o Flamengo conseguiu sua segunda vitória seguida após a paralisação do Brasileiro por causa da Copa do Mundo. O time passou a somar 15 pontos e está no G-4, levando vantagem sobre o Cruzeiro por ter menos cartões vermelhos. O time de Rogério Lourenço teve apenas um jogador expulso nas nove primeiras rodadas, contra dois do  time mineiro. Já o Atlético-GO segue sendo o lanterna da competição com apenas 4 pontos somados.
Petkovic flamengo gol atlético-go
Petkovic comemora o gol de pênalti contra o Atlético-GO (Foto: Ueslei Marcelino / Agência Estado)

Na próxima rodada, o Flamengo enfrenta o Avaí, às 21h (horário de Brasília), quarta-feira, no Maracanã. Já o Atlético-GO recebe o Corinthians, também na quarta-feira, no Serra Dourada.
Petkovic abre o placar de pênalti
O céu azul, temperatura agradável em pleno inverno e um campo de grandes dimensões sinalizavam que o jogo tinha tudo para ser bom. E foi isso que aconteceu no primeiro tempo. Os dois times procuraram jogar futebol e criaram inúmeras chances desde que a bola rolou.
Logo nos primeiros minutos, Flamengo e Atlético-GO tiveram faltas para bater perto da área. Mas as duas cobranças acabaram não levando tanto perigo. A primeira grande chance de gol mesmo aconteceu num lance inusitado, quando Dida foi realizar um cruzamento pela direita. A bola pegou uma curva diferente e obrigou a Marcelo Lomba fazer uma defesa improvisada.
Após esta chance, os dois times passaram a oscilar no ataque, sempre chegando sem maiores dificuldades. Afinal, o jogo esteve aberto e concentrado pelo lado esquerdo do Flamengo, onde Dida e Juan travaram bom duelo. Foi por ali que, após boa triangulação ofensiva aos 19 minutos, o lateral do Rubro-Negro carioca rolou a bola para Petkovic chutar forte por cima do gol.
A resposta do Atlético-GO veio em uma cobrança de falta de Robston, que obrigou Marcelo Lomba a fazer nova boa defesa, espalmando a bola para fora. No contra-ataque, o Flamengo quase abriu o placar. Vinícius Pacheco arrancou pela direita e cruzou na medida para Juan, que mesmo livre de marcação errou a cabeçada na pequena área.
A partir daí, o ritmo de jogo deixou de ser acelerado e os times passaram a cadenciar mais suas ações. Mas aos 30, o Atlético-GO assustou. Em cruzamento na área, Rodrigo Tiuí girou em cima de Angelim e finalizou rasteiro no meio do gol. Bem posicionado, Lomba evitou o gol. Cinco minutos depois, foi a vez de o Flamengo responder. Diego Maurício recebeu a bola na ponta esquerda, passou por Dida, invadiu a área e foi derrubado por Gilson: pênalti. Na cobrança, Petkovic bateu com categoria: 1 a 0 Flamengo.
Com a vantagem no placar, o time carioca passou a valorizar um pouco mais a posse de bola até o fim do primeiro tempo.
Atlético-GO volta do intervalo mais ofensivo
Satisfeito com a postura do seu time, Rogério Lourenço não fez mudanças no intervalo. O mesmo não aconteceu com Roberto Fernandes, que fez duas substituições para deixar seu time mais ofensivo. O técnico do Atlético-GO tirou o volante Pituca para colocar o apoiador William, e Rodrigo Tiuí, com dores musculares, foi substituído por Juninho.
Pintado de rubro-negro, o Serra Dourada foi palco de um jogo aberto e com muitas chances de gols. Mas quem deixou o estádio satisfeito e motivado foi o Flamengo, que apesar de ter sido pressionado no fim do jogo, venceu o Atlético-GO por 1 a 0 na tarde deste domingo. O único gol do jogo foi marcado por Petkovic, em pênalti sofrido pelo jovem Diego Maurício.

Com o resultado, o Flamengo conseguiu sua segunda vitória seguida após a paralisação do Brasileiro por causa da Copa do Mundo. O time passou a somar 15 pontos e está no G-4, levando vantagem sobre o Cruzeiro por ter menos cartões vermelhos. O time de Rogério Lourenço teve apenas um jogador expulso nas nove primeiras rodadas, contra dois do  time mineiro. Já o Atlético-GO segue sendo o lanterna da competição com apenas 4 pontos somados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário