22 de agosto de 2010

Paysandu e Fortaleza fazem clássico das massas na Série C

Mangueirão. Um dos grandes estádios - em todos os sentidos - da história do futebol brasileiro será o palco para a partida entre as duas equipes que, conforme o quadro de estatísticas da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), atraem o maior número de torcedores da Série C. A hora está marcada para às 16h deste domingo (22) e terá transmissão em tempo real do Portal ORM!


Dos 42 jogos da Série C do campeonato brasileiro 2010 analisados pela CBF, o Papão e o Leão do Pici ganham destaques entre os números contabilizados, mas, diferente do que acontece na tabela de classificação do Grupo A, onde os bicolores estão em primeiro lugar, com 10 pontos em quatro jogos invictos, são os tricolores do nordeste os líderes das estatísticas.


Na análise de públicos, a Série C inteira possui uma média de 4.224 torcedores por jogo. Porém o Fortaleza aparece com 15.006 tricolores por partida no Castelão. O Paysandu vem logo em seguida, com 7.813 bicolores.


Com isso, o montante da arrecadação mantém os cearenses na ponta, já que nos dois jogos realizados no Castelão (CE), a bilheteria fechou com R$ 348.326, sendo R$ 174.163 por partida. Na Curuzu, que possui uma capacidade menor que a do estádio nordestino, foram arrecadados R$ 302.262, sendo R$ 151.131 na média.


Aliás, como curiosidade, vale lembrar que o Castelão é um dos estádios com a maior capacidade da Serie C e que a Curuzu, apesar de figurar entre os campos com capacidade média, também conseguiu registrar grandes públicos.


Uma prova disso está na relação do partidas que conseguiram os maiores públicos do campeonato. A primeira - como não poderia deixar de ser - foi Fortaleza 1 x 1 Paysandu, no Castelão, pela quarta rodada da Série C, com 19.313 pagantes; na sequência, aparece outra no estádio cearense: Fortaleza 0 x 0 Águia, pela primeira rodada, com 10.699 torcedores; em terceiro lugar, está Paysandu 2 x 0 Águia, na terceira rodada, com 9.993.


Seguindo em escala, o ranking das arrecadações apresenta Fortaleza 1 x 1 Paysandu em primeiro lugar com R$ 227.532; seguido de Paysandu 2 x 0 Águia, com R$ 201.068; e Fortaleza 0 x 0 Águia, em terceiro, com R$ 120.794 em dinheiro.


Com todo este retrospecto, Paysandu e Fortaleza entram em campo em condições opostas. Apesar de liderar os números da CBF, o Leão do Pici precisa de um vitória para ficar tranquilo na disputa pela classificação à segunda fase, já que um empate ou uma derrota deixará o Águia, que está a apenas um ponto de diferença, ainda mais ameaçador.


Por outro lado, o invicto Paysandu conta com a vitória para já se classificar com antecedência. Ameaças? Nenhuma! O time tem o melhor ataque da competição com 11 gols em quatro jogos, além do maior artilheiro, Bruno Rangel, com cinco tentos marcados.


Redação Portal ORM

Nenhum comentário:

Postar um comentário