14 de outubro de 2010

Coleta do censo 2010 entra na reta final no Pará

A coleta do Censo 2010 desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está em fase final. Desde o dia 2 de agosto os recenseadores do IBGE estão nas ruas para visitar todos os domicílios do Brasil e realizar as entrevistas. O IBGE estima que, no Pará, 91% da população já foi recenseada. Em Belém, cerca de 400 recenseadores continuam realizando as entrevistas. No início da coleta eram 1.159. A coordenadora do Censo Belém e Ananindeua, Maria Angela Gemaque Álvaro, disse como acontece a distribuição dos recenseadores. 'Iniciamos com 1.159 vagas divididas em 1.321 setores. Hoje temos 314 setores em andamento. Com base nisso, temos cerca de 400 recenseadores trabalhando nas últimas etapas do Censo', disse.


Em Belém, em torno de 87% da população já foi recenseada. 'Poucos domicílios não foram visitados, a maioria por conta do horário. Algumas pessoas estão em casa somente à noite ou nos fins de semana. Se não tivermos como realizar a entrevista vai ficar em branco para aquele domicílio em termos de números, então isso será analisado pela média. O percentual de domicílios que deixam de entrar no Censo é de 2% em todo o Brasil. Queremos diminuir este percentual mais ainda, mas isso não prejudica no resultado do Censo em nenhuma escala, seja municipal, estadual ou federal', afirmou.


A coordenadora também comentou sobre as dificuldades. 'Existem situações que pessoas que não aceitam a visita, locais dominados por traficantes ou áreas que sofreram inundações e foram remanejadas para outro lugar, porém é uma proporção baixa. A mídia também teve um papel fundamental nesta questão. Esclareceu como o recenseador estaria vestido, portando crachá e identidade para aquelas pessoas são temerosas por conta da violência', disse.
As pessoas que ainda não foram recenseadas podem entrar em contato com o instituto para solicitar a visita. Mas é preciso verificar se alguém do domicílio onde mora respondeu ao questionário. A coordenadora Angela Gemaque explicou o procedimento. 'Todos aqueles que moram em território brasileiro devem ser recenseados, mas nem todos serão entrevistados. Qualquer pessoa pode responder ao formulário dando informações sobre os demais moradores daquele domicílio, desde que saiba responder às perguntas. Se o domicílio não foi visitado, é importante entrar em contato com o IBGE', reforçou. Para agendar a visita, basta ligar para (91) 3224-1539 ou 3202-5601.
 
Fonte: Amazônia

Nenhum comentário:

Postar um comentário