18 de janeiro de 2011

Dicas de economia para o início do ano

Dicas de economia para o início do ano
Tudo começa de novo, e é necessário um novo planejamento para que não haja problemas financeiros, pois logo chega o IPVA (Imposto sobre a Propriedade), carnês profissionais, contas do cartão de crédito do mês de dezembro, lista de material escolar, enfim, há pessoas que não conseguem lidar com esta situação e acabam se enforcando em dívidas e mais dívidas. Ma qual a solução para ter economia? Então, saiba que é preciso começar a se planejar para não haver problemas financeiros maiores, isto é, como o estudo é primordial, vamos iniciar as dicas pela necessidade de compra do material escolar das crianças, mas antes de sair por aí batendo perna em inúmeras papelarias é preciso fazer uma pequena reuniãozinha com os estudantes da casa e verificar o que pode ser reutilizado do material do ano passado, como estojo, lapiseira, mochila, régua, esquadro, enfim, faça uma análise. Depois de realizada esta pequena missão você deverá colocar na ponta do lápis todos os materiais que deverá comprar, lembrando que o pagamento deve ser realizado à vista para que você consiga obter descontos, sendo que se possível tente fazer a compra do material escolar junto com outros pais para conseguir melhores preços. O mais importante para a compra do material escolar é conversar com os estudantes em optarem por um material de baixo custo, sendo que há itens que são produzidos da mesma forma, no entanto, possui preço diferente devido ao logotipo da marca, assim podem custar até 500% a mais. Se possível, vá apenas você para a compra do material escolar, pois desta forma, a economia estará garantida.
Quanto ao IPTU, o pagamento deverá ser realizado à vista para quem possui um dinheiro reserva ou parcelado para quem está com o orçamento comprometido. Faça a mesma coisa com o IPVA, e não faça mais dívidas, principalmente se os carnês das contas realizadas no fim do ano estão para chegar. A sua missão agora é sair deste sufoco, no qual será necessário deixar algumas mordomias de lado, assim veja o que está colocando seu orçamento em risco. Não tenha vergonha de pechinchar e pesquisar preços de diversos produtos, pois há muitas pessoas que conseguem cerca de 10 a 20% no ato da compra desta forma.
Algo importante a ressaltar é jamais pensar na alternativa de empréstimos para quitar o IPVA, IPTU e outras dívidas, pois devido a grande taxa e juros você pagará simplesmente o dobro e se você se embananar com as contas e atrasar o pagamento das parcelas, poderá até mesmo pagar o triplo de sua divida inicial. Descarte esta opção, pois compensa pagar 8% de juros ao invés de 40%, por exemplo. Faça uma análise e veja quais são as contas mais importantes e que devem ser pagas o quanto antes devido ao juros e taxa, sendo que deve iniciar esta análise pelas essências, como água, luz e telefone, em seguida cartão de crédito. Não se desespere e boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário