31 de janeiro de 2011

PMDB dá indicativo de apoio a Manoel Pioneiro

O PMDB deve sacramentar na tarde de hoje (31) apoio ao tucano Manoel Pioneiro na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa do Pará. Com isso, aumentam as chances de haver apenas uma chapa na disputa. O peemedebista Martinho Carmona, que também estava na disputa, deve anunciar renúncia da candidatura em reunião da bancada do PMDB que será realizada hoje em um hotel no centro de Belém. A eleição para a Mesa da AL será amanhã, quando tomarão posse os deputados eleitos no pleito do ano passado.
O presidente do PMDB do Pará, Jader Barbalho, confirmou a posição de apoio a Pioneiro. “Não tínhamos um acordo com o governador Simão Jatene (para que o PMDB ficasse com a presidência da AL) e ele já tinha assumido compromisso com o Pioneiro”, explicou o presidente da legenda.
O apoio dos peemedebistas ao tucano é fruto de um acordo que inclui a presença de um nome do PMDB na primeira secretaria da Mesa, além da retribuição dos tucanos daqui a dois anos, quando haverá novas eleições para a presidência da Casa.
“Daqui a dois anos, o PMDB se habilita para a presidência, assim como está ocorrendo em nível nacional”, diz Jader Barbalho, afirmando que o PMDB é parceiro do governo de Simão Jatene. “Integramos o governo, temos secretarias”, ressaltou.
Detalhes como o nome do membro do partido que irá compor a Mesa só serão definidos na reunião de hoje.
O novo líder do PT na AL, Carlos Bordalo, diz que os petistas mantêm a posição de apoio a Carmona, porque até a noite de ontem não havia sido oficializada a retirada da candidatura. “Vamos aguardar para ver se realmente isso irá se concretizar e, a partir daí, teremos que nos reunir para analisar as circunstâncias e avaliar o que faremos”.
O dia hoje será de muita movimentação entre os partidos. Com a eleição de Pioneiro quase garantida, o desafio do governo será distribuir os outros cargos (duas vice-presidências e quatro secretarias) entre os partidos aliados sem gerar descontentamentos e fissuras na base que está cada vez mais ampla.
No final de semana, Simão Jatene concluiu as negociações com o PR do vice-prefeito Anivaldo Vale. Vale disputou a vaga de vice-governador na chapa de Ana Júlia Carepa que perdeu a disputa para Jatene. (Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário