15 de fevereiro de 2011

Jailson denuncia ausência governamental em Mojui dos Campos

Matéria postada em BLOG DO XAROPE 
Por Hiromar Cardoso 
O vereador Jailson da Costa Alves, ou simplesmente Jailson do Mojui(PSDB) como carinhosamente gosta de ser chamado, alertou para a ausência da prefeita Maria do Carmo contra o abandono que vem sendo legado esse recém-criado município que ainda esperar sua independência.

Vereador JAILSON apela para MARIA DO CARMO
O tucano que tem 42 anos, evangélico, contabilista e que é filho legitimo de Mojui dos Campos diz que o governo de Santarém não tem cumprido com seus deveres, “os 6 últimos anos foram de total abandono”, explica Jailson.

As estradas e vicinais estão em péssimo estado, na saúde o caos é total, até mesmo a ambulância está quebrada.

Os agricultores estão sem poder fazer o escoamento de seus produtos, obrigando os agricultores a darem a porcos e galinhas. A safra de abacaxi é uma das maiores do Pará, e isso também já preocupa, assim como a grande produção de melancia. A vila do Rio Moju é uma das castigada pelo descaso do governo.

Jailson afirmou que pretende ainda hoje manter contato com a prefeita Maria do Carmo e lhe fazer um apelo em defesa dos mojuenses. Ele também quer aproveitar para solicitar a disponibilidade de alguns imóveis municipais para alojar o prédio da Delegacia, Adepará e Emater.

O vereador garantiu que via deputado Alexandre Von já solicitou a possível vinda de um ginásio poliseportivo, o funcionamento do hospital que foi inaugurado em 2003 e nunca funcionou, e a conclusão da PA-431 que dá acesso de Moju a Santa Rosa.

Sobre a emancipação de Mojui, Jailson disse que a expectativa é muito grande, “ será um sonho a ser concluído, o grito de nossa liberdade”, completou.

No vale do igarapé Mojuí, e distante 36 km de Santarém, Mojuí dos Campos com 32 mil habitantes distribuídos em pouco mais de 56 mil quilômetros quadrados. Com dois plebiscitos realizados nos anos de 1995 e 1999, quando mais de 84% da população de Santarém votou a favor da emancipação.
A origem do nome da vila deu-se pelo fato de que nos primórdios de 1910 as primeiras famílias que chegaram por lá encontraram pequenas áreas cobertas de capim conhecidos por mojuí. Assim “Mojuí dos Campos” ou “Capim dos Campos”.
Os pioneiros deste vale foram os imigrantes nordestinos, os cearenses, que chegaram por volta de 1914: José Bezerra, Benedito, José e Manuel Viana. Depois destas, outras famílias foram chegando, foi o início de tudo.
O Governador do Estado Coronel, Jarbas Passarinho em 1964 elevou a categoria de Vila pela Lei Estadual 3.227 de 31 de dezembro. Desde então começou uma nova vida em busca de um dia Mojuí vir a ser cidade, hoje isso é realidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário