4 de fevereiro de 2011

Tiririca começa a saber o que faz um deputado


Novato no Congresso, o deputado Tiririca (PR-SP) dedicou alguns minutos de seu terceiro dia de mandato para se informar sobre como marcar presença em plenário na Câmara. Ele consultou na tarde desta quinta-feira (3) a segurança da Casa para saber por que os teclados eletrônicos de presença não estavam funcionando. Como hoje é dia de sessão não-deliberativa, foi informado de que a anotação de presença é feita apenas nas entradas da Câmara.
“O senhor marca lá nos primeiros 15 dias. Depois, tem um funcionário que o identifica e faz a marcação para o senhor”, explicou o segurança a Tiririca. Há muito tempo, um grupo de servidores mais antigos reconhece os parlamentares pela fisionomia e faz a anotação de presença na Câmara assim que eles entram na Casa. Com Tiririca, certamente essa tarefa será mais fácil.
Depois de receber as instruções da segurança, o deputado mais votado do Brasil, com 1,3 milhão de votos, cumprimentou o colega Henrique Oliveira (PR-AM), que tem quase 2 metros de altura. “Ô, grandão...”, disse Tiririca.
Durante a campanha eleitoral, os dois usavam o mesmo número na urna: 2222. Na campanha de Henrique Oliveira no Amazonas, Tiririca aparecia ao lado do colega e dizia: “Você sabe o que é que um deputado federal faz? Na realidade eu não sei, mas o Henrique Oliveira vai me ensinar”. Em outra propaganda, chamava Henrique de “grandão” e “lindo”.
Veja o vídeo de Tiririca e Oliveira:
Anteontem (1º), Tiririca já havia dito que iria aprender com os colegas como ser deputado. “Vamos aprender com a galera toda aí, com os veterano, com os que estão chegando agora. Vamos aprender, se Deus quiser”, afirmou ele.
Na sua campanha eleitoral, Tiririca usava frases de efeito como “Vote no abestado”, “Vote em Tiririca. Pior que tá não fica”. O mais famoso era este: “Você sabe o que faz um deputado federal? Eu também não. Vote em mim que eu te conto”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário