16 de março de 2011

Centro de Recuperação de Santarém apresenta projetos para reinserção de presos

O município de Santarém recebeu a visita do superintendente do Sistema Penal do Estado, Major Francisco Bernardes. Ele participou de reunião com os principais parceiros do Centro de Recuperação Agrícola Sílvio Hall Moura, no salão do júri do Fórum da Comarca de Santarém.
O objetivo do encontro, segundo a assistente social Tereza Oliveira, foi "mostrar projetos para discussão e viabilidade de implantação". O setor sociopedagógico trabalha desde 2010 com detentos do regime semiaberto, prisão domiciliar e livramento condicional. O objetivo é o reestabelecimento da produção agrícola do presídio por meio de ações educativas e fazer com que as empresas incluam os egressos no mercado de trabalho.
A produção de ração para peixes é uma tarefa que poderá ser desenvolvida no local. O engenheiro de pesca Gouderian Noronha afirmou que a ração será feita com restos de peixes, que afirmou serem "prejudiciais ao meio ambiente se jogadas no rio".
Já o engenheiro Marcelo Almeida mostrou como será a produção de gás metano a partir de resíduos humanos. Major Bernardes afirmou que este projeto é uma boa alternativa para substituir o tratamento de esgotos nos presídios do Pará. Ele também apresentou os projetos de compostagem e fabricação de tijolos orgânicos. "Essas atividades podem empregar vários cidadãos presos e os tijolos podem ir para casas próprias ou de outras famílias".
O senhor Elias Rebouças apresentou outra alternativa para a confecção destes tijolos. Segundo a coordenadora do núcleo de reinserção social, major Ivone Mendes, "as empresas de construção civil podem contratar os detentos para fabricação dos tijolos". O senhor Augustinho Chibé mostrou ainda a fabricação da fibra do curauá (um vegetal semelhante ao abacaxi).
O coronel Valter afirmou que os projetos podem ser administrados pela Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac). Na opinião do superintendente, essa reunião foi o primeiro passo para a viabilização dos projetos.
Ascom Susipe

Nenhum comentário:

Postar um comentário