1 de abril de 2011

PGE nomeia 65 concursados

O governo do Estado divulgou no Diário Oficial de ontem a nomeação de 65 aprovados no concurso público C-113 da Procuradoria Geral do Estado, realizado em 2007. Eles serão empossados em até 45 dias.

Esse é o tempo em que os nomeados devem passar por exames admissionais e apresentação das documentações necessárias. Os novos servidores fazem parte do grupo de 1.523 concursados cuja chamada foi anunciada pelo governador Simão Jatene no dia 18 de março.

Segundo a secretária estadual de Administração, Alice Viana, ainda faltam ser chamados 2.278 aprovados nos 34 concursos em vigência. “Até o final desse semestre vamos chamar todos, mas de acordo com as demandas. Tem contrato de temporários vencendo e os concursados vão ocupar essas vagas que vão surgindo.”

Segundo o presidente da Associação dos Concursados do Pará (Ascompa), José Emílio Almeida, existem 5.800 aprovados em concursos do Estado aguardando serem chamados. “Nós esperávamos que o governador chamasse mais gente. Tem 5.800 concursados esperando e não 2.278 como afirma a Sead. Só na Secretaria de Educação, são 3.200 pessoas e nomearam apenas 722 professores e 289 pedagogos. Além disso, temos 13 concursos que vencem esse ano. Essas são algumas das nossas indignações.”

Quanto ao vencimento dos certames, a gestora da Sead afirma que todos os aprovados serão chamados. “Vamos respeitar todas as vigências dos concursos”, disse Alice Viana. Desde o começo do ano já foram feitas 48% das nomeações, segundo a secretária.

ESPERANÇA

O professor de física Alim Quadros, 28 anos, aguarda ansioso o momento de começar a trabalhar. Mas o nome dele não constava entre os chamados para a Seduc. “Achava que ia ser agora, mas espero que seja pelo menos no segundo semestre. Fiz o concurso no ano passado e das 50 vagas ofertadas só foram preenchidas nove. No concurso anterior não passou ninguém. Acho que desde 2008 não chamam professores de física. Fiquei sabendo que existem mais de duas mil horas mensais para serem dadas”. (Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário