10 de junho de 2011

Começam as comemorações pelos 350 anos de Santarém

No plenário da Câmara Municipal de Santarém foi realizada nesta manhã (10), a cerimônia de entrega da Medalha Padre João Felipe Bettendorf a seis personalidades santarenas. A Comenda foi instituída através da Lei Nº 9.386, de 09 de junho de 1981, de autoria do então vereador Antônio dos Santos Pereira, que esteve presente à cerimônia hoje, e foi sancionada pelo prefeito da época, Antônio Guerreiro Guimarães.
A Honraria é conferida anualmente por ocasião do aniversário de fundação da cidade a pessoas que se destacaram em seus campos de atividades no município ou que a este, tenham prestado relevantes serviços. Foram homenageados: Agostinho Coleta do Couto (empresário), Jocivan Antônio Pedroso (médico), Lusia Lobato (liderança comunitária de Alter do Chão), Raimundo Pereira de Vasconcelos (empresário), João Carlos Lobato (Indigenista e atual coordenador da Frente de Proteção Etnoambiental Cuminapanema), e Phebus Canaan Dourado (laboratorista), que através de seu neto Diego Dourado, recebeu a Comenda in memorian.
Ao falar em nome dos homenageados, Agostinho Coleta de Couto declarou: “Sabemos que a Medalha é a maior honraria do poder executivo e esta homenagem nos incentiva a trabalhar com mais afinco. Agradecemos sensibilizados à prefeita pela escolha de nossos nomes; por termos sido reconhecidos”.
Em nome do poder legislativo municipal, o presidente da Câmara, José Maria Tapajós afirmou ser o momento de emoção, de gratidão, de festa e de muito orgulho, “pois em um amanhã bem próximo, poderão declarar que vivenciaram os 350 anos de Santarém”.
Para o vice-prefeito José Antônio Rocha, a escolha desses seis homenageados não poderia ser melhor. “Neste aniversário, eles representam tantos outros que trabalharam e continuam trabalhando para construir uma Santarém cada vez melhor”.
Em seu discurso, a prefeita de Santarém Maria do Carmo disse que hoje, é Santarém que homenageia os(as) seus(as) ilustras filhos (as) por tudo o que fizeram para que a cidade possa comemorar seus 350 anos. Ela explicou que uma comissão de pessoas a ajuda a escolher as pessoas que “encarnam” o espírito santareno. Ao falar de cada homenageado, a prefeita assim os definiu: “Se a cidade de Santarém pudesse falar, com certeza diria que, Dona Lusia representa a força da mulher santarena; O Sr. Agostinho, os nossos valores éticos; o Dr. Jocivan, pelo trabalho que faz, representa responsabilidade social; o Sr. João Lobato, o compromisso com a inclusão social; o Sr. Raimundo Vasconcelos é o símbolo do empreendedorismo; e nosso saudoso Phebus Dourado, o espírito de solidariedade, generosidade e fraternidade, pois há 40 anos, praticava justiça social”, finalizou.
A cantora Kaila Moura e a Banda Jovem Maestro Wilson Fonseca deram um brilho singular à cerimônia.
Comemoração – A programação festiva pelos 350 anos de Santarém terá prosseguimento amanhã (11/06), às 17h, na Casa da Cultura, com o Projeto Morar Bem. No domingo, 12 de junho, a prefeita Maria do Carmo fará a inauguração do Campo Iluminado de São Braz, na comunidade de São Braz, às 19h. Na quarta-feira, 15 de junho, os eventos terão continuidade e se estenderão até o dia 29 deste mês. 
PMS

Nenhum comentário:

Postar um comentário