26 de março de 2012

Polícia Civil inicia Treinamento Básico de Operações Policiais em Santarém

Policiais civis e militares de Santarém, no oeste do Estado, iniciaram nesta segunda-feira, 26, o Treinamento Básico em Operações Policiais Civis e Investigação Policial na sede do 3º Batalhão da Polícia Militar no município. Ao todo, trinta servidores passarão uma semana acompanhando aulas teóricas sobre Direitos Humanos, Relações Interpessoais, investigação policial moderna, uso de sistemas operacionais e inteligência policial, práticas de tiro ao alvo, gerenciamento de crises e defesa pessoal. A capacitação atinge policiais civis e militares que atuam nas Regionais do Baixo e Médio Amazonas, em Santarém, e do Tapajós, em Itaituba. As aulas seguem até o dia 1º de abril.
Além do curso, os policiais civis que ainda usam revólveres calibre 38 terão o armamento substituído por pistolas calibre 40, modelo 840. Também serão substituídos os coletes balísticos vencidos por novos de nível 3A, que oferecem maior proteção individual ao servidor em operação. As aulas são coordenadas pela Delegacia Geral da Polícia Civil e são ministradas por oficiais do Núcleo de Inteligência Policial (NIP), da Academia da Polícia Civil e do Grupo de Pronto-Emprego (GPE) de Belém. O treinamento visa o nivelamento do efetivo operacional de policiais civis quanto às práticas, procedimentos e técnicas voltadas principalmente para o uso legal da força, técnicas de abordagem e planejamento operacional; padronização de procedimentos de condução, contato e revista de presos. As aulas práticas de tiro serão realizadas no próximo final de semana, no estande de tiro do Exército em Santarém.
Iniciado no ano passado, o treinamento é uma das diretrizes da administração da Polícia Civil do Pará, visando a valorização do servidor e a melhoria da qualidade do profissional da corporação. A meta é capacitar, em média, a cada mês, 30 policiais civis no treinamento. Até o final deste ano, pelo projeto do curso, serão capacitados 330 policiais civis em operações e investigações policiais. O efetivo vai passar por avaliações psicológicas e físicas antes do início das atividades práticas. Com isso, a Polícia Civil espera treinar e qualificar mais de 700 policiais civis do interior e da capital para atividades operacionais de combate e repressão ao crime até o final de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário