17 de abril de 2012

Câmara Municipal de Santarém festeja 70 anos de Sebastião Tapajós





A Câmara de Santarém homenageou festivamente na sessão desta segunda-feira, 16/04/2012, o violonista e compositor  santareno de renome  Internacional Sebastião Tapajós. Conferindo-lhe uma plaqueta assinada pelos 14 Vereadores, pela passagem dos seus 70 anos de idade, completados exatamente na data da homenagem.  
O requerimento foi de autoria do vereador Erasmo Maia (DEM), com apoio de todos os seus pares. Na impossibilidade da presença do presidente da Câmara José Maria Tapajós (PMDB), a sessão foi presidida pelo vice Presidente Emir Aguiar (PR).  
A esposa de Sebastião Tapajós Tânia Figueiredo Marcião, filhos, irmãos, genros e demais familiares prestigiaram a homenagem do Poder Legislativo ao violonista, que trouxe para o plenário da Câmara seus amigos violonista argentino Sergio Abalos e o deputado estadual Alexandre Von (PSDB) 
Não faltou o parabéns a você, fogos e a interpretação musical do violista Sebastião Tapajós e seu colega argentino Sérgio Abalos.  
Em opinião dos vereadores (as): O que significa Sebastião Tapajós?    
Marcela Tolentino (PDT): Ele representa a grandiosidade da cultura da região do Tapajós para o mundo, é um ícone, é um músico quase que perfeito. 
Ivete Bastos (PT): A homenagem ao Sebastião Tapajós é justa, eu que sou trabalhadora rural, cresci ouvindo o nome do artista, isso é muito importante, pois ele nos representa nacional e internacionalmente. 
Reginaldo Campos (PSB): Ele é a elevação da nossa cultura, uma vez que a nossa região tem no Sebastião Tapajós é uma referencia em nível de Brasil e de mundo, enaltece os artistas e o povo do Tapajós.
 
Mauricio Corrêa (PSD): É um ícone na cultura de Santarém, que muito ganha por ter um artista de tal magnitude. Sebastião Tapajós abrilhanta, eleva o nome de Santarém, no só no Brasil como mundo afora, levando a nossa arte. 
Bruno Pará (PDT): O músico Sebastião Tapajós para mim representa muito, desde a minha infância acompanho seu trabalho como grande violonista, nós ficamos orgulhosos de sermos representados culturalmente por esse homem, de sucesso no meio artístico em todo o mundo. 
Valdir Matias Júnior (PV): Sebastião Tapajós significa a representação cultural e artística de Santarém e região do Tapajós. Onde ele está, nas apresentações, no seu trabalho, representa o valor de nossa região. É um orgulho para todos nós, além de divulgar Santarém e a região. 
Gerlande Corrêa Castro (PSD): Sebastião Tapajós significa o fazer da história, um cidadão que tem levado o nosso município ao conhecimento do mundo. 
Erasmo Maia (DEM): O Sebastião Tapajós significa a mais pura expressão da arte musical do município de Santarém.  
Jailson do Mojui (PSDB): Ele é sinônimo de dedicação, as pessoas que acreditam naquilo que fazem com amor e paixão, dá certo e o Sebastião Tapajós é sinônimo de tudo isso aí. 
Carlos Jaime (PT): Ele representa toda a nossa cultura, os talentos que temos aqui na região, mas representa também o que de mais belo nós temos o rio Tapajós, Alter do Chão e nossas matas, como compositor e violonista Sebastião Tapajós é alguém que eleva o nome de Santarém internacionalmente.  
Hendrson Pinto (DEM): Ele é um ícone, o momento é ímpar de Santarém, em que a Câmara presta essa homenagem pela passagem dos 70 anos de Sebastião Tapajós, mas, sobretudo, pela importância de termos um altista tão ilustre para o mundo, para nós ele é motivo de orgulho, com um dom que poucos tem.  
Emir Aguiar (PR): Nesse momento em que a Câmara homenageia o músico e compositor Sebastião Tapajós, é o reconhecimento pelo trabalho que ele desenvolve em todo o Brasil e no mundo, levando a nossa cultura, o nome desta terra, é justa a homenagem que esta Casa de Leis presta como reconhecimento a esse grande homem. 
Outras opiniões  
Deputado Alexandre Von (PSDB): Para mim, que tenho a honra e o privilégio da sua amizade e o prazer e orgulho com o que ele leva o nome de Santarém e do Tapajós, inclusive no seu nome artístico, Sebastião Tapajós é a expressão do dom musical, que Deus lhe dê vida longa e ele possa continuar brindando nossos ouvidos e nossa alma, com o seu maravilhoso talento musical.  
Violonista argentino Sérgio Abalos: A parceria com Sebastião Tapajós começou desde 2009, quando estive em Alter do Chão, já tinha conhecimento de Sebastião Tapajós há cerca de 20 anos, através dos discos de Sebastião Tapajós, que meu avô comprava no exterior, quando tu falas em Sebastião Tapajós, falas no mundo erudito e popular. Heitor Vilas Lobos e Sebastião Tapajós em suas gravações são ícones que orientaram a todos os instrumentistas da América Latina, eu tenho o mínimo necessário para ter o privilégio de estar ao lado do mestre, ele é uma aula constante. 
Sebastião Tapajós Júnior (filho do violonista): A homenagem que a Câmara de Santarém presta ao meu pai é única, ímpar e mais que merecida, ele é uma lenda, um pai com honestidade e dignidade, os maiores valores que eu posso encontrar em um homem, encontrei nele. 
Mina Marcião: (irmão de Sebastião Tapajós): A homenagem da Câmara ao meu irão foi muito linda, agradeço a todos os vereadores. Muito obrigado.
Sebastião Tapajós: Questionado a respeito do significado da homenagem que recebe da Câmara, o violonista e compositor Sebastião Tapajós disse ser uma maravilha, só tenho que agradecer a iniciativa da Câmara de vereadores de Santarém, a gente faz o que pode é um prazer estar recebendo essa homenagem, é mais uma alegria na minha vida, que é feita assim de alegrias e tristezas, já estou imaginando a plaqueta na minha sala de música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário