30 de maio de 2012

Governo negociará PCCR do Detran a partir de setembro


Em reunião na manhã desta quarta-feira, 30, em Belém, a secretária de Administração do Estado, Alice Viana, assegurou para o servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) que o Governo negociará a partir de setembro deste ano a estruturação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) almejado pela categoria. Alice esclareceu que o Estado, no momento, equilibra as suas dívidas, embora também esteja investindo numa política de recuperação de salários de várias categorias do funcionalismo público paraense e investindo em áreas essenciais para a qualidade de vida da população, como saúde, saneamento, educação, entre outras.
“O Estado precisa olhar de forma global para todas as carreiras do serviço público. Por isso desenvolvemos uma política para atender aos anseios dos servidores, sem esquecer que temos um planejamento fiscal e orçamentário, que precisa atender também os serviços para a população, que soma mais de 7 milhões de paraenses. Desta forma, precisamos equilibrar as contas para, assim, discutir a implantação do PCCR do Detran, assim como o de outras categorias”, disse a secretária.
Durante a reunião, que ocorreu na sede da Secretaria de Estado de Administração (Sead), Viana destacou para os servidores e representantes sindicais os avanços que o Detran obteve desde o início desta gestão, como a recomposição da tabela salarial, o que resultou em quase 100% de ganhos, e o reajuste salarial para os servidores efetivos.
Alice, mais uma vez, disse que a política de valorização e de melhoria salarial tem atingido a várias categorias. Com a recomposição das tabelas salariais, além do Detran, professores, militares, delegados e servidors da Polícia Civil, fisco e peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves também foram contemplados. Com estas implementações e a nomeação de mais de 6 mil concursados, a folha de pagamento do Estado sofreu um aumento de R$ 110 milhões, chegando ao total de R$ 382 milhões.  A secretária estima que até novembro, pelo menos mais R$ 5 milhões devem ser adicionados à folha com a nomeação de quase 3 mil concursados.
O novo presidente do Sindicato dos Servidores do Detran, Edson Oliveira, que assumiu o cargo nesta quarta-feira, declarou que a categoria realizará uma assembleia geral na próxima sexta-feira para discutir as diretrizes do Governo. Ele disse ainda que, conforme sugestão da própria secretária, irá elaborar um documento com reivindicações de melhorias na estrutura física da sede do órgão e dos postos do interior. “O que nós queremos é a implantação do PCCR e melhorias nas condições de trabalho. Temos certeza que o Detran tem recursos para isto, pois é um dos órgãos que mais arrecada no Estado, apesar de ter a renda distribuída para outros investimentos”
Agência Pará de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário