23 de julho de 2012

Polícia Civil apreende 25 quilos de cocaína em Santarém


Policiais Civis da 16ª Seccional Urbana de Santarém, região do Baixo Amazonas, sob o comando dos delegados Jamil Farias Casseb e Mardnes Tiago Rabelo, prenderam três pessoas em flagrante e apreenderam mais de 25 quilos de cocaína sólida (pedra), distribuídos em 18 tabletes. A prisão ocorreu entre a noite da última sexta-feira (20) e a manhã de sábado (21).
Foram presos: Sebastião Caldeira Rego, vulgo "Tamanquinho" ou "Sabá", 52 anos, residente na vila de Alter do Chão, município de Santarém; Risonaldo Almeida Rego, vulgo "Riso", 40 anos, residente na comunidade Aritapera, município de Santarém; e Ramir Martins Reça Júnior, vulgo "Júnior", 26 anos, residente em Santarém. “Riso” e “Júnior” foram presos na cidade de Santarém, enquanto que “Tamanquinho” foi preso na comunidade Aritapera.
As prisões foram efetuadas após alguns dias de investigação policial. “A Polícia Civil recebeu a denúncia de um carregamento de 40 quilos de cocaína que teria chegado via marítima e teria sido enterrado em uma das praias próximas da vila balneária de Alter do Chão. A droga foi resgatada durante um 'assalto' quando era transportada pela estrada Everaldo Martins, que liga a vila de Alter do Chão à cidade de Santarém. O roubo foi praticado por uma quadrilha comandada pelos três acusados presos”, detalha o delegado.
Ele explica que a droga foi distribuída proporcionalmente pelo grau de poder e comando dentro da quadrilha, cabendo a maior parte dela, cerca de 25 quilos, para "Tamanquinho" e "Riso", que seriam os líderes. “Os proprietários da droga teriam descoberto os autores do roubo e os sequestrado. Os ladrões passaram a sofrer ameaças de morte. Os donos exigiam o valor referente a droga roubada, caso contrário, eles diziam, as famílias sofreriam as consequências. Foi a partir das ameaças que a família de um dos sequestrados procurou a Polícia Civil e relatou tudo sobre o que estava acontecendo”, conta.
“Os policiais diligenciaram e apreenderam de posse dos três acusados, uma motocicleta, 6 mil reais em dinheiro, que era proveniente da venda de parte da droga roubada e que seria entregue aos pretensos donos do entorpecente, além dos 25 quilos de cocaína sólida que estavam enterrados nas matas da praia da Maria José, margem direita do rio Tapajós”, relata a autoridade policial. Os três foram autuados em flagrante e já estão à disposição do Poder Judiciário no Centro de Recuperação Agrícola "Silvio Hall de Moura".
Toda ação de investigação e prisão dos acusados foi coordenada pelo Superintendente Regional do Baixo e Médio Amazonas, delegado Gilberto da Conceição Azevedo Aguiar. O combate permanente ao crime de tráfico de droga na região do Baixo Amazonas é uma das metas prioritárias da Diretoria de Polícia do Interior (DPI) e Superintendência Regional do Baixo e Médio Amazonas.
Agência Pará de Notícias

Um comentário:

  1. Espero que a justiça dos homens seja feita,pois conheço o Riso e o Junior,e sei que eles são pessoas de bem e entraram nessa por influencia de pessoas que querem se dar bem.Eles colaboraram com a policia para que realmente a policia desvendasse esse caso.Sei que a justiça de Deus sempre acontece,e não é justo que os dois paguem por um momento de fraqueza.Conheço eles e sei que são pessoas de bem,de familia.Mais infelismente o diabo tenta agir e destruir a vida das pessoas.Vale lembra que o cair é dos homens e o levantar é de Deus.Jesus disse:que atire a primeira pedra quem nunca pecou.

    ResponderExcluir