12 de novembro de 2012

Fred, comandante da conquista: experiência e muitos gols

Se o Fluminense garantiu seu quarto título nacional neste domingo, o craque e principal ídolo da equipe é bicampeão: Fred, líder e artilheiro, já tinha erguido a taça pelo clube em 2010. Aos 29 anos, totalmente adaptado ao Rio, o jogador carismático e boa-praça vive uma das melhores fases de sua carreira, não só pelas boas atuações como também pela idolatria da torcida. Nada mais adequado que ele fosse o grande destaque do jogo decisivo, marcando duas vezes contra o Palmeiras na vitória por 3 a 2. Só uma pessoa parece não se convencer: o técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, segue sem dar uma chance para o centroavante voltar à equipe, que já defendeu até numa Copa do Mundo (em 2006). Para a torcida do Flu, sua ausência nas listas de convocados é uma injustiça imperdoável. Nada como um dia após o outro - o atacante terminou terminou a temporada de 2011 brigado com a torcida, depois de ser flagrado em baladas e de ser visto surfando enquanto alegava contusão para não treinar. Fred deu a volta por cima e encerra o Campeonato Brasileiro como o dono do time.

Nenhum comentário:

Postar um comentário