9 de novembro de 2012

Polícia prende matadores do casal em Alter do Chão

Os delegados, Nelson Silva, Gilberto Aguiar e o Chefe de Operações Hélio Rêgo
As almas dos jovens Mauro Luís Borges dos Santos, de 30 anos e de Jéssica Gomes Campos, de 18 anos agora põem descansar em paz. Finalmente a polícia conseguiu desvendar o mistério que envolvia o assassinato do casal Mauro e Jéssica, trucidados na bucólica Praia de Alter do Chão, em Santarém, região Oeste do Pará. O trabalho de investigação, feito em sigilo, desde o desaparecimento do casal, no dia 21 de outubro deste ano, um domingo. Os corpos do casal foram encontrados na terça-feira, seguinte, com perfurações de facas, na trilha da Serra Piroca. Ela estava despida e ele vestido. No momento em que foram encontrados, os corpos já apresentavam sinais de decomposição.
Presos-Em uma operação de sucesso, depois da prisão de vários suspeitos, todos levando ao fio da meada que resultou na prisão definitiva dos matadores do jovem casal, finalmente a equipe do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI), sob o comando do delegado Silvio Birro, colocou as mãos nos elementos criminosos; Luis Carlos Santos Silva, vulgo “Panga”, Manoel José da Silva, “Nenéo”, Luan Rafael Medeiros, vulgo “beiçola” e outros três menores de idade, que também tiveram participação no crime, conhecidos por “Carlão”, “colombiano”, que deu o tiro na Jéssica e o vulgo “caixa preta”. Todos á disposição da justiça. Em entrevista coletiva, os delegados Nelson Silva, Gilberto Aguiar e o chefe de operação Hélio Rego, destacaram que mais pessoas podem estar envolvidas: “O trabalho não acabou”, disse a autoridade policial.
Os elementos criminosos: Luis Carlos Santos Silva, vulgo “Panga”, Manoel José da Silva, “Nenéo”, Luan Rafael Medeiros, vulgo “beiçola” e outros três menores de idade, que também tiveram participação no crime, conhecidos por “Carlão”, “colombiano”, que deu o tiro na Jéssica e o vulgo “caixa preta”

Conclusão- Quase vinte dias após o duplo homicídio ocorrido em Alter do Chão no último dia 21 de outubro, que vitimou Mauro Luís Borges dos Santos, 30 anos, e Jéssica Gomes Campos, de 18 anos, Graças a Deus, o crime aos poucos foi sendo desvendado pela polícia. Uma equipe da Polícia Civil esteve permanentemente na Vila Balneária de Alter do Chão, na tentativa de localizar e prender os assassinos. Todo trabalho investigativo foi feito pelo Núcleo de Apoio à Investigação (NAI), sob o comando do delegado Silvio Birro.
Por: Carlos Cruz - O Impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário