31 de outubro de 2012

SEMED é a Secretaria que mais deve em Santarém

Vereador Erasmo Maia (DEM): Identifica segundo ele, um descontrole financeiro na atual gestão municipal, que diz vir ocorrendo desde 2011, “quando percebemos um acumulado de dividas do município, de restos a pagar do município em torno de R$ 54 milhões, só a Secretaria de Educação tinha R$ 35 milhões, já foram pagos mais de R$ 18 milhões e ainda tem uma divida até 31 de agosto em torno de R$ 22 milhões, essa é a secretaria que mais deve no município”, descreve. De acordo com o vereador a sua preocupação é que as contas do governo “não vão fechar”. Informa que a gestão municipal já começa a tirar a coleta de lixo das vilas, reduz o efetivo daqueles que trabalham diariamente nas ruas, não compra mais combustível para os veículos da infraestrutura para a coleta de entulho, limpeza e melhorias de ramais. Erasmo observa que o governo municipal não pode deixar dividas para o outro prefeito, que extrapole a Lei de Responsabilidade Fiscal que diz que a partir de dez de janeiro não pode assumir dividas contraídas no governo anterior. 
Fonte:  CMS

Pistoleiro tem 1,70 m e cerca de 26 anos.



Esse é o retrato falado do homem que executou, com 4 tiros, o empresário Ceser Busnello, crime ocorrido no início do mês em Santarém, quando a vítima chega em sua residência, no início da noite.
O pistoleiro foi visto por diversas pessoas.  O retrato falado dele foi feito com base no depoimento dessas testemunhas do crime  ao delegado Jardel Guimarães, da 16ª Seccional da Polícia Civi e que comanda as investigações desse caso.

De cor parda e com cerca de 26 anos, o pistoleiro tem 1,70 metros de altura é magro, cabelos pretos e lábios finos.

Fonte: Blog do Jeso

30 de outubro de 2012

PSB ganha mais prefeituras entre as 100 cidades mais pobres e os tucanos nas 100 mais ricas


Com 17 vitórias, o PSB foi o partido que mais conquistou prefeituras entre as 100 cidades mais pobres do Brasil.
Abaixo o gráfico com as siglas, em ordem decrescente, que conquistaram as 100 prefeituras mais pobres do Brasil:
Shot002
Entre as 100 prefeituras mais ricas do Brasil, o PSDB conquistou 18, seguido pelo PMDB, com 15:
Shot003

Fonte: Blog do Parsifal

Vereador cobra soluções para o problema do lixo em Santarém


O vereador Henderson Pinto (DEM)  cobra da gestão municipal que solucione o problema do lixo em Santarém, que de acordo com ele acumula-se nas ruas da cidade.
Henderson solicitou da Mesa Diretora da Casa de Leis, que convoque o Secretário de Planejamento do Município e a empresa contratada para fazer a coleta do lixo, “para prestarem esclarecimentos imediatos a esta casa [CMS] e que retorne a coleta do lixo, até que se resolva a questão do pagamento”, adverte.
Com informações da Câmara Municipal de Santarém

29 de outubro de 2012

Alexandre Von Participa de Feira Internacional de Negócios Cooperativos

PREFEITO ELEITO ALEXANDRE VON 

A convite da Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado do Pará - OCB/PA - e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo - SESCOOP/PA -, estarei participando esta semana, no período de 30/10 a 04/11, da ICA Expo 2012 (Feira Internacional de Negócios Cooperativos) em Manchester, na Inglaterra, evento q
ue marca o final das celebrações do Ano Internacional das Cooperativas, instituído pela Organização das Nações Unidas - ONU. Além de dirigentes do Sistema Cooperativista do Estado do Pará, participam da Comitiva o Secretário Especial de Estado de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção Sidney Rosa, a Presidente da EMATER/PA Cleide Amorim, o Presidente da OCB/PA Ernandes Raiol, o Superintendente do SESCOOP/PA Manoel Teixeira e o Deputado Estadual Milton Zimmer (PT/PA).


Em seguida, a Comitiva visitará a Universidade de Alicante, na Espanha, importante Centro de Estudos de Cooperativismo na Europa, que mantém intercâmbio com a Universidade Federal do Pará.

O Cooperativismo pode ser um aliado sem igual do desenvolvimento do Município. É uma cultura pouco difundida na nossa cidade e em nossa região. A Prefeitura de Santarém, a partir do ano que vem, será parceira das Cooperativas santarenas, mantendo uma estreita relação, procurando aumentar ao máximo a eficiência de todos os trabalhos realizados a partir de negócios cooperativos.

Alexandre Von - VIA fACEBOOK

Lixo: Cadê o Ministério Público?

Acúmulo de lixo doméstico nas ruas de Santarém pode acarretar prejuízos à saúde pública

Lixo nas ruas
A efetivação de políticas públicas adequadas em prol do saneamento básico, bem como os direitos fundamentais à vida, à saúde, ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, albergados pela Constituição Federal de 1988, é fundamental para o desenvolvimento econômico e social do nosso Município, que mais do que nunca vindica ações estatais eficazes em termos de oferecimento de serviços de saneamento básico.
Nos últimos dias tem sido notório o grande acúmulo de lixo doméstico nas ruas de Santarém, principalmente nos bairros da Prainha e Cohab, em virtude da paralisação doserviço de limpeza prestado pela empresa terceirizada Clean e, mais alvitante, ainda, é a inação do Poder Público Municipal que silencia ante a questão que ganha dimensão de problema de saúde pública, vulnerando sobremaneira a higidez do meio ambiente urbano.
Serviços essenciais: Impende destacar que esta captação e o tratamento de esgoto e lixo são tidos como serviços ou atividades essenciais (Art. 10, inciso VI, da Lei 7783/89), cuja prestação deverá ser garantida em quaisquer circunstâncias em razão da fundamentalidade material dodireito ambiental, eis que a prestação de tais serviços é indispensável ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, caso não atendidas expõem a perigo iminente a saúde da população.
Com efeito, as prestadoras dos serviços essenciais de esgoto e de limpeza, a exemplo da empresaClean, que se submeteu a processo de licitação pública, logo em tese deveria prestar o melhor serviço, também não podem incidir na descontinuidade desse tipo de serviço, a não ser em circunstâncias muito especiais. A Lei nº 8.987/95 prevê a possibilidade de interrupção do serviço público em situação de emergência por motivo de “ordem técnica ou de segurança das instalações” (art. 6º, § 3º, I), o que não é o caso.
Vida digna e saudável: In casu, o serviço de limpeza e coleta de lixo é essencial numa perspectiva real e concreta de urgência. E, por se revestir dessa urgência é proibido pela norma jurídica sua descontinuidade, vez que as pessoas precisam de saneamento básico, aí incluído a captação e o tratamento adequado do lixo para ter uma vida digna e saudável. Essa é a preocupação do sistema jurídico-normativo, entendido como um conjunto harmônico de regras e princípios, centrados no núcleo difuso da dignidade humana.
Com efeito, a norma constitucional veda terminantemente que isso ocorra. Primeiro porque o meio ambiente no qual vive o cidadão – sua residência, seu local de trabalho, sua cidade – deve ser equilibrado e sadio (CF/88, art. 225). É desse meio ambiente que decorre, em larga medida, a saúde da pessoa e consequentemente sua vida sadia, tudo garantido constitucionalmente. E se para a manutenção desse meio ambiente e da saúde e vida sadia do indivíduo têm de ser fornecidos serviços públicos essenciais, eles só podem ser ininterruptos. Logo o corte do serviço gera uma violação direta ao direito do cidadão e indiretamente à própria sociedade.
Lixo acarreta doenças: É evidente que o lixo espalhado por toda a cidade além de poluir o meio ambiente urbano acarreta o surgimento de doenças que ameaçam iminentemente a saúde dos munícipes. Daí, numa análise global da possível economia do sistema de administração da justiça distributiva, é evidente que é mais custoso para o Estado ter de amparar a família que adoeceu por falta do fornecimento dos serviços essenciais de prestação do serviço de esgoto e limpeza do que fornecê-lo gratuitamente, adotando medidas de prevenção.
Ademais, a norma jurídica infraconstitucional mediante a Lei 11. 445/2007, que disciplina o saneamento ambiental, é clara ao dispor que os serviços públicos de saneamento básico serão prestados com base nos seguintes princípios fundamentais: a universalização do acesso e o esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos realizados de formas adequadas à saúde pública e à proteção do meio ambiente, impondo sua concretização aos titulares dos serviços públicos de saneamento básico, sejam entes públicos diretamente ou concessionárias, permissionárias prestadoras de serviços desta natureza, podendo inclusive as entidades federativas (Município, p. ex.) intervir e retomar a operação dos serviços delegados, por indicação da entidade reguladora, nos casos e condições previstos em lei e nos documentos contratuais.
Cumpre lembrar que regime jurídico dos contratos administrativos instituído pela Lei 8.666/93 confere à Administração em face do contratado a prerrogativa de nos casos de serviços essenciais ocupar provisoriamente bens móveis, imóveis, pessoal e serviços vinculados ao objeto do contrato, na hipótese de rescisão do contrato administrativo (art. 58 da Lei 8666/93). É a denominada encampação, também chamada de resgate, consistente na retomada coercitiva do serviço pelo poder concedente. Ocorre durante o prazo da concessão e por motivo de interesse público. É vedado ao concessionário oposição ao ato, contudo, tem direito à indenização dos prejuízos efetivamente causados pelo ato de império do Poder Público, cujo parâmetro de cálculo está disposto no art. 36 da Lei nº.8.987/95 (MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo brasileiro. 33ª ed. São Paulo: Malheiros. 2007. p.400).
Irresponsabilidade da Prefeitura e abuso da Clean: Em última análise, a proibição normativa da interrupção do serviço de coleta de lixo busca assegurar a intangibilidade da dignidade da pessoa humana (art. 1º, III), da garantia à segurança e à vida (caput do art. 5º), que tem de ser sadia e de qualidade, em função da garantia do meio ambiente ecologicamente equilibrado (caput do art. 225) e da qual decorre o direito necessário à saúde (caput do art. 6º do CDC), direitos esses vulnerados pela irresponsabilidade do Poder Público Municipal de Santarém e pelo abuso de direito da empresa Clean, em razão da descontinuidade do serviço de limpeza essencial e urgente.
A coletividade santarena, portanto, é titular do direito ambiental fundamental à sadia qualidade de vida e como credora desse serviço cobra não só do Poder Público Municipal uma medida saneadora, mas também vindica ao Ministério Público do Estado à adoção de medidas cabíveis à garantia do serviço essencial de esgoto e limpeza, lembrando que dentre suas funções institucionais incumbe ao Parquet “zelar pelo efetivo respeito dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados nesta constituição (CF/88, art. 129, II), dentre eles o direito ambiental que reflete diretamente na saúde de todos os munícipes que habitam essa “Terra Querida”.
Fonte: RG15

A NÃO COLETA DE LIXO PROVOCA DEBATE NO FACEBOOK


  • José Olivar Azevedo Alerte a senhora prefeita que a não coleta do lixo é uma omissão grave por ser ato de gestão impositório.Isto porque, entre outras coisas, a constituição impõe como dever do poder público oferecer uma vida digna com um meio ambiente saudável. O lixose compõe de dejetos que poluem o meio ambiente. Ademais, omitir-se a realizar atos de gestão podem levar a violar a lei por ato de improbidade administrativa, sem prejuízo de possível infringência ao Dec.. Lei 201/67, que trata dos crimes de responsabilidades dos prefeitos e vereadores. Você é inteligente e sabe como abordar o assunto. Estou em São Paulo mas estou informado do caos na coleta do lixo.
  • Jota Ninos José Olivar Azevedo, infelizmente nossos gestores acabam repetindo erros de administrações passadas... O mesmo ocorreu no final da gestão Lira Maia...
  • José Olivar Azevedo Os erros de um, não justificam os de outro. Por outro lado, o jornalismo não pode julgar, mas noticiar um fato ( falta de coleta) , que é muito grave, seja de Maria, ou de qualquer outro.
  • Juscelino Kubitschek quer dizer Jota Ninos por que aconteceu isso no governo Lira Maia, vai ter que acontecer no da Maria. Até que eu tinha uma admiração pelo seu trabalho jornalistico, mais depois dessa vou rever meus conceitos sobre você.
  • José Olivar Azevedo Penso como você, pois o que interessa agora é um fato gravíssimo que está ocorrendo, meu caro JK.


Dudimar Paxiúba assumirá a vaga de Zenaldo Coutinho na Câmara Federal


Com a eleição de Zenaldo Coutinho (PSDB) para a prefeitura de Belém, a partir de 1° de janeiro de 2013 assumirá a Câmara Federal, como titular, o 2° suplente da coligação PPS/DEM/PSDC/ PRTB/PMN/PRP/PSDB, o tucano Dudimar Paxiúba, 56 anos.
Shot006
O advogado natural de Itaituba obteve 25.092 votos em 2010, quando ficou na 2° suplência da referida coligação. Na 1° suplência ficou André Dias (PSDB), com 36.782 votos, que a renunciou para assumir o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Pará.
Como o deputado federal Nilson Pinto (PSDB) licenciou-se da Câmara Federal para assumir uma secretaria de Estado, enquanto ele não retornar permanece em seu lugar o 3° suplente da coligação ao norte referida, Valry Moraes, do PRP, que obteve, em 2010, 11.482 votos.
Shot007
Tanto Paxiúba quanto Valry já exercem o mandato de deputados federais. O primeiro porque Zenaldo Coutinho licenciou-se para a campanha de Belém e o segundo porque Nilson Pinto licenciou-se para assumir uma secretaria de Estado.
A diferença é que, em janeiro de 2013, Dudimar Paxiúba (PSDB) torna-se titular do mandato.

PSB conquista o maior número de capitais no Brasil

Shot009
Embora o PMDB continue sendo o partido com maior número de prefeituras no Brasil, perdeu para o PSB (Partido Socialista Brasileiro) o título de partido com o maior número de capitais.
> PT e PSDB empatam em número de capitais governadas
Com as conquistas, em 2° turno, de Fortaleza, Cuiabá, e Porto Velho, o PSB (Partido Socialista Brasileiro), que venceu em 1° turno em Belo Horizonte e Recife, passa ser o partido a governar mais capitais (5) no país, o que fortalece ainda mais o neo cacique da sigla, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos.
Em seguida, empatados em número de capitais, está o PT, com 4 prefeituras (São Paulo, João Pessoa, Rio Branco e Goiânia) e o PSDB (Maceió, Belém, Manaus e Teresina).
> PMDB  com duas capitais e a volta do carlismo
O PMDB venceu em duas capitais, o Rio de Janeiro (1° turno) e Boa Vista (RR), o carlismo, após 8 anos fora do poder, volta à cena baiana com ACM Neto (DEM) eleito prefeito de Salvador.
> Lula reafirma a liderança no PT
Com a eleição de Fernando Haddad (PT) em São Paulo, Lula reafirma a sua liderança dentro do PT e se consolida como o maestro do projeto de reeleição de Dilma Rousseff em 2014.
Terminadas as eleições municipais, veja abaixo a distribuição das prefeituras do Brasil, pelos partidos:
PMDB 1027
PSDB 704
PT 634
PSD 500
PP 467
PSB 441
PDT 311
PTB 295
DEM 276
PR 274
PPS 122
PV 97
PSC 82
PRB 78
PC do B 56
PMN 42
PT do B 26
PRP 24
PSL 23
PTC 19
PHS 17
PRTB 16
PPL 12
PTN 12
PSDC 9
PSOL 2

Matéria extraída do Blog do Parsifal

PÔR DO SOL NA PRAIA DO CAJUEIRO - ALTER DO CHÃO


Imagem de lual na praia de Alter do Chão














28 de outubro de 2012

Artur Virgílio Neto tem votação histórica em Manaus


Artur e Hissa durante votação
Artur e Hissa durante votação (Clóvis Miranda)



O diplomata Artur Virgílio Neto (PSDB), da coligação 'O futuro é agora', recebeu 603.483 votos nas eleições de 2012, um total de 65,95% dos votos válidos. Ele alcançou a maior votação já recebida por um candidato à prefeitura de Manaus nos últimos 20 anos. 
A segunda colocada, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB),recebeu 311.607 votos, o equivalente a 34,05% dos votos. É a segunda vez que a comunista disputa à prefeitura de Manaus.
Antes de Artur, o maior percentual obtido por um candidato à prefeitura de Manaus foi dado ao atual prefeito Amazonino Mendes (PDT) nas eleições de 2008. Essa é a segunda vez que o tucano comanda a Prefeitura do município. Artur assume o cargo no dia 1º de janeiro e ficará até dezembro de 2016.
Durante a campanha, o diplomata apresentou no resumo do seu plano de governo propostas prioritárias nas áreas de finanças, infraestrutura, trânsito e transporte urbano, saúde, educação, ação social e comunitária, trabalho e emprego,renda, meio ambiente e limpeza pública, esporte, tecnologia e informação, além de segurança, saneamento, entre outros.
Nos seus discursos, Artur enfatizou que pretende enxugar a máquina, reduzindo o número de secretarias e priorizando ações sociais. Ele também promete revitalizar o Centro Histórico, concluir obras em andamento – a exemplo do paço do Mindu e o Mercado Municipal Adolpho Lisboa -, oportunizar aos moradores de rua a inclusão no mercado de trabalho, possibilitando, inclusive, que eles se tornem microempreendedores. A medida objetiva inseri-los na cobertura previdenciária e trabalhista, garantindo direitos legais aos trabalhadores.
O tucano também assegura que combaterá o crime organizado adotando políticas antidrogas e afirma que a prefeitura não compactuará com a corrupção e terá também como uma das marcas registradas a transparência.
Votação histórica
Em 2008, Amazonino Mendes foi eleito com 57% dos votos, totalizando 495.460 votos. Ele derrotou o candidato Serafim Corrêa (PSB) que obteve 371.845 votos, o correspondente a 42%.
Em 2004, Serafim Corrêa (PSB) foi eleito com 51,68% dos votos válidos, ficando à frente de Amazonino Mendes (PFL), que recebeu 48,32%. No total: Serafim 386.767 e Amazonino 361.580
Em 2000, Alfredo Nascimento foi eleito com 47,47% dos votos, com total de 287.754, derrotando Eduardo Braga, na época do PPS, que recebeu 31,97% dos votos.
Em 1996, Alfredo Nascimento foi eleito pela primeira vez prefeito da cidade com 34,19% dos votos, um total de 160.163 votos. Na época, Alfredo disputava a prefeitura com Cândido Honório Ferreira Filho.
Perfil
Artur Virgílio nasceu em Manaus, tem 67 anos e acumula quase 30 anos de vida pública. O candidato é formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Diplomata de carreira, Arthur também ficou conhecido por dedicar parte dos anos à prática do jiu-jitsu. Na política, já militou pelo PCB e foi filiado ao PMDB, PSB e ao seu partido atual, o PSDB.
Foi eleito deputado federal em 1982 e, em 1994 e 1998 também atuou na Câmara Federal – neste último mandato, foi ministro no governo Fernando Henrique.
No PSB, ocupou o cargo de prefeito entre 1988 e 1992, terminando o mandato no PSDB. Em 2002 foi eleito senador e fez oposição ao governo de Luís Inácio Lula da Silva (PT).
Em 2010, candidatou-se à reeleição, sem sucesso. Em seguida, retornou à atividade diplomática, da qual se afastou, este ano, para concorrer à prefeitura.
AUDREY BEZERRA - A Crítica - Manaus

Zenaldo Coutinho é eleito prefeito de Belém


O candidato Zenaldo Coutinho (PSDB) foi eleito prefeito de Belém neste domingo (28) com 438.435 votos, o que corresponde a 56,61% dos votos válidos. Edmilson Rodrigues (PSOL) ficou em segundo, com 336.059 votos, equivalente a 43,39% dos votos. O resultado foi confirmado pelo TSE às 19h do horário local.
No primeiro turno, Zenaldo havia ficado em segundo nas urnas, com 30,67% dos votos válidos, contra 32,58% de Edmilson, que venceu as eleições do dia 7 por menos de quinze mil votos.

Após a confirmação do resultado, Zenaldo falou com a imprensa no Hangar Centro de Convenções, onde é realizada a totalização do resultado das eleições em Belém. "As maiores angústias da população se concentram na saúde, segurança e saneamento. A partir de janeiro, vou iniciar o plano de atenção básica e prevenção na saúde, com o programa Saúde da Família. Temos que botar para funcionar o que já existe. Os postos terão médicos e remédios", prometeu.

Propostas - Dentro do que considera as prioridades emergenciais da gestão pública, Zenaldo prometeu a construção de um pronto-socorro municipal em Icoaraci, aumentar a cobertura do programa Saúde da Família, criar um pronto-socorro municipal infantil e um centro de diagnóstico pediátrico, além de qualificar os profissionais da saúde do município.
Com relação ao saneamento, o candidato se comprometeu a realizar a manutenção dos canais do Una, da Visconde de Souza Franco, do Reduto e da Tamandaré, além de continuar as obras de macrodrenagem na Estrada Nova e retomar as obras do Canala do Paracuri.
Para segurança pública, Zenaldo disse que irá implementar umsistema de monitoramento eletrônico em pontos-chave da cidade, aumentando também o efetivo da Guarda Municipal.

Veja o resultado da apuração
Votos apurados: 807.741
Votos válidos: 774.494
Zenaldo Coutinho: 438.435 (56,61%)
Edmilson Rodrigues: 336.059 (43,39%)
Brancos: 12.595 (1,56%)
Nulos: 20.652 (2,56%)
Abstenções 202.015 (20,01%)

26 de outubro de 2012

Zenaldo tem 15,8 pontos de vantagem na reta final



Pesquisa divulgada há cerca de 40 minutos, no Blog Bilhetim, aponta o candidato Zenaldo Coutinho (PSDB) com 15,8 pontos de vantagem sobre o psolista Edmilson Rodrigues, se considerados apenas os votos válidos, que excluem os nulos e em branco.
Se considerada a votação estimulada, o tucano tem 51,5% e seu adversário, 37,5%, uma diferença de 14 pontos em favor de Zenaldo.
O levantamento, registrados no Tribunal Regional Eleitoral sob o número PA-00338/2012, ouviu 600 eleitores. A coleta de dados foi finalizada hoje. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.
O gráfico acima foi pinçado do Blog Bilhetim.
Fonte: Espaço Aberto

Movimento pelo estado do Tapajós será fortalecido no próximo governo municípal

O prefeito eleito Alexandre Von declarou  hoje durante evento realizado na Câmara Municipal que o Coordenador Municipal de Integração Regional e Apoio ao Movimento de Criação do Estado do Tapajós do município será uma liderança ativa no movimento.  Agora é só esperar!

Lançamento da PLIP na Câmara de Santarém


Evento realizado pelo Instituto pela criação do estado do Tapajós aconteceu no auditório da Câmara Municipal de Santarém, foi para lançar a coleta de assinatura do abaixo assinado para o PLIP (Projeto de Lei de Iniciativa Popular) que é um instrumento Constitucional, onde a sociedade pode propor ao Legislativo Federal, a criação de uma lei de interesse da população. Como aconteceu com a lei Maria da Penha e a chamada "Lei da Ficha Limpa"!
Essa iniciativa popular busca reunir 1.380.000 assinaturas. Em seguida, o Projeto de Lei será entregue direto ao Congresso Nacional, para ser votado e aprovado! A etapa final é que a criação do Estado do Tapajós seja sancionada pela Presidência da República.
Alexandre Von assinando o abaixo assinado para PLIP



Coleta de assinaturas entre os presentes

Lideranças políticas e público em geral que se fizeram presente no evento


Políticos de Santarém tem partido único o " TAPAJÓS"

Deputado Federal Lira Maia (DEM), José Maria Tapajós (PMDB) e Lucineide Pinheiro(PT).
Na manhã de hoje na Câmara Municipal de Santarém aconteceu o 1º Forum da retomada das ações para criação do Estado do Tapajós, na oportunidade diversas lideranças políticas estiveram presentes,  na oportunidade o deputado federal Lira Maia mas uma vez demonstrou que quando se trata da criação do novo estado o Partido é único, o "TAPAJÓS".

25 de outubro de 2012

PREFEITA CADÊ A COLETA DE LIXO EM SANTARÉM




Na manhã desta quinta feira (25/10) os arredores da prefeitura de Santarém estava completamente tomada por muito lixo espalhados e urubus, a reclamação nos bairros é intensa por conta da coleta de lixo que não está atendendo como estava antes das eleições..

24 de outubro de 2012

Eleitores de Belém poderão justificar voto em todas as cidades do interior

No próximo domingo (28) mais de um milhão de eleitores devem votar para escolher o próximo prefeito de Belém. Quem não estiver na capital do Pará, porém, poderá justificar a falta do voto no mesmo dia em postos instalados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) em todos os 144 municípios do estado.
O Tribunal Regional Eleitoral esclarece que para justificar o voto é preciso se dirigir a um dos locais em cada município levando documentos oficiais de identificação com foto e/ou o título de eleitor. - "Mas quem não tiver o título precisa levar o número anotado para que o mesário possa digitar esse número na urna", lembra Rodrigo Valdez, coordenador da Central de Atendimento ao Eleitor no Pará.
Serviço:
É possível verificar os endereços das mesas receptadoras de justificativa de voto para o segundo turno ligando para o disque-eleitor no 0800 096 003 ou acessando o site do TRE-PA. A justificativa é gratuita.  (Fonte: G1Pa)

23 de outubro de 2012

Portos de Itaituba têm impactos avaliados!!!


Uma reunião foi realizada na segunda-feira, na SEMA, em Belém, entre os órgãos responsáveis.

Avaliar a infraestrutura necessária para enfrentar os impactos vindos da instalação de portos em Miritituba, município de Itaituba, região do Tapajós, foi o objetivo da reunião organizada, ontem, pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), no Centro Integrado de Governo, em Belém. O encontro agrupou representantes de secretarias de Estado do Pará, da Rede Celpa, Companhia de Portos e Hidrovias, da Assembléia Legislativa, da prefeita eleita de Itaituba, Eliane de Oliveira, integrantes da futura Associação das Estações de Transbordo e Terminais de Grãos da Região, e outros convidados presentes.

O secretário de Estado de Meio Ambiente, José Alberto Colares, mostrou preocupação com o licenciamento ambiental de aproximadamente uma dezena de portos em Miritituba, área tradicionalmente portuária. “Essa área carece de toda a infraestrutura necessária para enfrentar o impacto vindo do ponto de vista social, econômico e ambiental. Precisa-se de umplano preventivo que envolva ações de toda natureza: engenharia de tráfego para acessibilidade tanto rodoviária quanto hidroviária à zona portuária, transmissão energética, segurança pública, saneamento, saúde, educação, gestão de risco, profissionalização da mão de obra local para conter a migração, coleta de lixo, abastecimento de água”, explica.

Segundo o secretário, à Sema cabe o licenciamento e os problemas não podem ser responsabilidade apenas do Estado, são dos empreendimentos também. Dentre deste contexto, destacam-se o ordenamento territorial, o detalhamento do Zoneamento Ecológico Econômico e o apoio à Secretaria Municipal de Meio Ambiente. A sustentabilidade do projeto, de acordo com Colares, precisa de um plano imediato e emergencial no máximo entre um e dois anos. “A necessidade não é só da população, é do empreendimento também. Os problemas de Santarém e Barcarena não podem ser repetidos”, alertou o secretário.

Kleber Menezes, representante da Rio Turia, disse que Miritituba não pode ser apenas um ponto de passagem e que as empresas Rio Turia, Cargill, Reicon, Hidrovias do Brasil, Cian Port, Bunge, Unirios e outras empresas que vão formar a Associação das Estações de Transbordo e Terminais de Grãos vão consolidar a responsabilidade que possuem. “Pretendemos ser uma associação atuante, sem repetir erros anteriores”, afirmou.

O secretário de Infraestrutura do Pará, Vilmos Grunvald, indicou a Secretaria de Integração e Desenvolvimento Urbano (Seidurb) para a interlocução do Estado nesse plano emergencial. A Secretaria de Indústria e Comércio (Seicom) foi apontada pela Secretaria de Produçãocomo outra participante ativa no processo junto aos investidores, poder municipal de Itaituba e demais empreendimentos interessados.

Fonte: Diário do Pará

Universitários realizam Movimento contra o transporte público de Santarém

Movimento é contra o aumento da passagem e rotas de ônibus para faculdades e institutos‏


Movimento contra o transporte público
Vários manifestos estão acontecendo em Santarém por universitários da UFOPA, IFPA e UEPA.
Na segunda-feira, 22, aconteceu o II Manifesto, que começou às 17 horas, no cruzamento da Travessa Turiano Meira com a Castelo Branco, com concentração sendo feita no IFPA.
“Nós nos organizamos para lutarmos contra o descaso das empresas de Santarém, que insistem em fechar os olhos para o perigo que nós corremos pela falta de Transporte na frente dessas instituições. Já aconteceram casos de estupros, assaltos e outros tipos de violências. Nós somos totalmente desrespeitados, inclusive por empresas que se propuseram fazer a rota, mas só fazem quando querem, maltratando os alunos dentro do ônibus. É o caso da Linha Floresta- Prainha e Liberdade e para evitar novos casos, estamos nos mobilizando”, disse a acadêmica Maiume Silva.
Os estudantes pedem que as autoridades se manifestem, pois vários documentos foram encaminhados ao Ministério Público Estadual, Prefeitura, Secretaria de Transportes (SMT) e nenhuma providência foi tomada até agora.
“Estamos lutando contra o aumento da passagem em novembro; paradas de ônibus na frente das faculdades; fiscais perto das faculdades para cumprimento da rota; todas as empresas fazendo rota; direito a transporte público de qualidade; punição à cobradores e motoristas pelas empresas que fizerem qualquer tipo de violência moral para os passageiros, além da prática do corte de rota; rota até nos FSD já que universidades possuem vida livre; Lei municipal para o congelamento da meia-passagem que abranja alunos de cursinho e curso técnico e direito de pagar meia passagem com dinheiro. Somos mais de 13 mil estudantes prejudicados”, concluiu Maiume Silva.
Fonte: RG 15/O Impacto