17 de novembro de 2014

Santarém ganha em dezembro o Centro Municipal de Informação e Educação Ambiental (CIAM)



O Município de Santarém vai ganhar na primeira quinzena deste mês o Centro Municipal de Informação e Educação Ambiental (CIAM). O prefeito Alexandre Von, acompanhado do secretário municipal de Meio Ambiente, Podalyro Neto, visitou as instalações do prédio, que funcionará na Avenida Adriano Pimentel e passa por reforma. O CIAM é um órgão vinculado à SEMMA e visa fortalecer a política ambiental do Município. O projeto de reforma e aparelhamento tecnológico do espaço são de responsabilidade da empresa Cargill Agrícola S/A, como parte do Plano de Medidas Compensatórias do EIA/RIMA da empresa.

 Depois de pronto, o CIAM será um espaço para organizar indicadores ambientais, elaborar o zoneamento ecológico econômico do Município, desenvolver a educação ambiental, fortalecer os instrumentos de planejamento ambiental, além de realizar a gestão do Cadastro Ambiental Rural (CAR), executar o monitoramento e controle do desmatamento e promover a integração do Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental (SIMLAM).
 O CIAM comportará, entre outras estruturas, um auditório de 90 lugares, sala de reunião do Conselho Municipal de Meio Ambiente, sala de treinamento e centro do sensoriamento remoto - o setor de geoprocessamento da SEMMA.
 “No CIAM nós teremos a base da Divisão de Planejamento e Educação Ambiental. O espaço servirá, também, para a capacitação, treinamento e a divulgação da informação ambiental para a sociedade”, explica o titular da SEMMA, Podalyro Neto.
 Base Cartográfica
 No início da tarde, durante reunião na Prefeitura, com a participação do prefeito Alexandre Von, o titular da SEMMA, Podalyro Neto, a empresa Cargill e representantes dos Municípios de Mojuí dos Campos e Belterra, a organização internacional sem fins lucrativos The Nature Conservancy (TNC), parceira de Santarém dentro do Programa Municípios Verdes e na reforma do prédio, anunciou que entregará ainda neste mês toda a base cartográfica do Município e vários equipamentos para ajudar o processo de gestão ambiental.
 “Só para termos uma ideia, a base cartográfica permite que visualizemos com mais propriedade aspectos físicos do Município como hidrografia, ramais, estradas, enfim. Isso ajuda não só a parte do planejamento ambiental, mas no planejamento geral da administração municipal, que envolve infraestrutura, escoamento agrícola, planejamento que ajuda a apontar em que áreas pode-se construir escolas, postos de saúde, etc. Nós estamos recebendo esse instrumento a custo zero”, observa Podalyro Neto.

Canção da comunidade Santos da Boa Fé vence o VIII Festival de música do Planalto Santareno

O VIII Festival da Música do Planalto Santareno encerrou na noite do sábado, 15/11, na comunidade do São Raimundo da Palestina, com apresentações de 12 cantores da região.
Com Melhor Aclamação Popular, o intérprete José Odair que garantiu pela segunda a aclamação. O melhor intérprete foi o cantor Ray Silva e a Melhor Letra foi a canção: Senhor eu te agradeço por teu Amor, de Joice de Oliveira.
Este ano o vencedor da Festival foi Igor Felipe Lima, da comunidade Santos da Boa Fé, com a música Teu Talento. A cantora Adria Nascimento do Tipizal, ficou em 2º lugar e Ray Silva, da comunidade Poço das Antas, garantiu o 3º lugar.
A vice-prefeita, Maria José Maia, parabenizou a organização e o empenho dos comunitários. “A realização do VIII Festival de Música do Planalto Santareno é o resultado do compromisso que assumiram e concretizaram”. Esteve presente também na programação, o vereador e autor do projeto que solicitou a permanência do festival no calendário oficial cultural do município, Marcílio Cabral.
Fonte: PMS

ROSA DE SARON EM SANTARÉM - 04 DE DEZEMBRO

Ações de fiscalização são prioridades no Conselho

Esta semana, o Conselho Regional de Economia (Corecon-Pa) realizou mais quatro novas ações de fiscalização para legalizar empresas e profissionais da área.

A fiscal, Samara Faro, esteve em Ananindeua notificando uma empresa de projetos que vinha atuando ilegalmente no mercado, após esta notificação a empresa terá 15 dias para apresentar sua defesa ou realizar a regularização junto ao Corecon.

O setor de fiscalização realizou ainda o levantamento da lista de economista que estão trabalhando dentro a Prefeitura de Ananindeua, com o intuito de verificar a situação de registro desses profissionais.

Por último, foram feitas a autuação e a notificação de dois profissionais que estavam trabalhando de forma ilegal sem o registro no Corecon-Pa. Eles também terão um prazo de 15 dias para apresentar defesa ou regularizar seus registros.

“As fiscalizações são uma parte importante do trabalho do Conselho, pois são elas que garantem o espaço no mercado de trabalho para os profissionais de economia devidamente regularizados” afirmou Samara.

Fonte: CORECON - PA

16 de novembro de 2014

"País deixou de crescer com a crise na indústria", disse o ex-Ministro, Economista Delfim Neto, em Palestra na ACREFI.

O Presidente do CORECON-SP e da Ordem dos Economistas do Brasil, Manuel Enríquez García, Prof. Manolo, esteve presente ao evento, convidado pela ACREFI (Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento)
A crise na indústria é o principal fator por trás da perda de fôlego na economia brasileira, afirmou Antonio Delfim Netto, que entre os anos 1970 e 1980 ocupou os cargos de ministro da Fazenda, da Agricultura e da Secretaria do Planejamento da Presidência. A crise na indústria passa pela redução da participação do setor no comércio internacional e pela utilização do câmbio para substituir a política monetária e fiscal, avaliou.
"Faltou política cambial previsível. Quando controlamos a inflação pelo câmbio, desconstruímos a indústria e a possibilidade de crescer", afirmou, durante palestra promovida pela Acrefi. "Jogamos fora o comércio para o exterior", acrescentou. Desse modo, o consumo passou a ser suprido pela importação. "Temos uma tendência à redução da produção industrial."
Delfim também explicou que o câmbio real, medido em termos de salário, passou a se valorizar de modo significativo a partir de 2007. Ele também questionou o sistema tarifário brasileiro. Para Delfim, o sistema pune os produtores de insumo. "Hoje, o aço é mais protegido que a geladeira", exemplificou.
O ex-ministro concordou que o governo perdeu credibilidade, utilizando financiamentos questionáveis, contabilidade criativa, desarranjando a Petrobras e criando uma desconfiança mútua com os empresários. Ele também reconheceu que os subsídios e desonerações dados à indústria não surtiram os efeitos desejados.
Para Delfim, o desenvolvimento da economia somente retornará quando entendermos o novo momento do Brasil, em que não há mais mão de obra disponível. O ex-ministro sugeriu duas alterações para o governo de Dilma Rousseff: a reforma do ICMS e a aprovação de uma proposta da CUT, que prevê que a negociação entre trabalhador e empregado esteja acima da lei, desde que respeitados todos os direitos constitucionais.
Para a reforma do ICMS, Delfim propõe um prazo de 20 dias para votar. "Já está tudo pronto, não tem mais objeção. A aprovação mudaria as expectativas de modo fundamental", afirmou. "Precisamos devolver ao empresário industrial seu espírito animal", explicou. Espírito animal é termo usado por John Maynard Keynes que está relacionado à confiança. O economista explicou o termo em seu livro A Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda como um impulso espontâneo para a ação, em vez da inação. Ele acrescentou que é preciso devolver a certeza ao trabalhador de que terá emprego. "Só isso já ajudaria a voltar a produzir", disse. 

29 de maio de 2014

Organização Mundial de Saúde Animal declara o Pará 100% livre da aftosa

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 29/05/2014 17:41:00
O Estado do Pará recebeu nesta quinta-feira (29) o reconhecimento oficial de área 100% livre da febre aftosa, durante a programação da 82ª Assembleia Geral da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), na cidade-sede do órgão, em Paris, na França. A entrega ocorreu em conjunto com outros Estados brasileiros que também alcançaram a certificação, como Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

Ainda na segunda-feira (26), em encontro na Embaixada do Brasil na França, o governador Simão Jatene, o ministro da Agricultura, Neri Geller, e a comitiva paraense receberam das mãos do diretor geral da OIE, Bernard Vallat, o certificado com o reconhecimento da organização, que congrega 178 países. Para Vallat, que ocupa o cargo na OIE desde 2001, foi visível o esforço do Brasil e do Pará no combate à febre aftosa.
“O Brasil sempre foi um parceiro, e desde o início do nosso trabalho na OIE, tenho declarado apoio e reconhecimento à progressiva evolução do Pará na luta contra a febre aftosa e a busca por novos mercados. Estive no Pará em outras ocasiões e atestei a seriedade com que o trabalho é feito pelo governo e empreendedores, que culminou agora com a conquista do certificado”, assegurou Bernard Vallat.

O diretor da organização também ressaltou que o trabalho desenvolvido pelo Pará é mais um passo no próximo objetivo brasileiro, que é ter todo o país reconhecido como área 100% livre da febre aftosa. “Pessoalmente fico muito satisfeito em estar vivendo este momento da entrega do certificado ao Pará, um Estado onde fui muito bem recebido e onde pude ver de perto o profissionalismo das ações desenvolvidas, e que recebe o aval de 178 países que compõem a OIE. Esperamos que este seja mais um passo para consolidar todo o território brasileiro como área livre da aftosa”, destacou Vallat.

Parcerias – O governador Simão Jatene agradeceu pelo reconhecimento e reafirmou o compromisso em manter o rebanho do Estado livre da febre aftosa. “Era um grande desafio conquistar este certificado, que certamente abre grandes oportunidades para o Estado, com a conquista de novos mercados. Agora, o desafio imposto é manter o Pará como área 100% livre da febre aftosa. Neste sentido estamos empenhados em colaborar com Estados vizinhos para que também conquistem o certificado, trazendo benefício e mais segurança alimentar para toda a região”, enfatizou o governador.
Simão Jatene ainda destacou o empenho do empresariado e dos órgãos do governo na busca pelo certificado. “Este foi um trabalho conjunto que certamente não teria êxito se não contasse com o apoio integral de diferentes esferas, como o governo e os produtores. A pecuária é uma atividade importante para a economia paraense e vem se destacando nas ações que promovem o melhor uso das nossas terras, trabalhando com o conceito de sustentabilidade, algo imprescindível no mundo atual”, completou o governador do Pará.

O ministro Agricultura e Pecuária, Neri Geller, que representou a presidente Dilma Rousseff no encontro, ressaltou a conquista paraense e disse que o país vai reforçar o trabalho de combate à febre aftosa especialmente nas regiões de fronteira. “A comitiva paraense aqui representa bem o nosso país. É motivo de muita satisfação para nós, como brasileiros, ver um esforço reconhecido num setor de importância ímpar para o Brasil, que tem aspectos envolvidos na esfera social, econômica e de segurança da alimentação. O Brasil conta com esta colaboração mútua entre os Estados e irá trabalhar também para ajudar países vizinhos a buscar a certificação que hoje celebramos aqui”, declarou Geller.
O Brasil possui agora 23 estados e o Distrito Federal reconhecidos internacionalmente como livres de febre aftosa. O próximo passo é alcançar a meta de um país totalmente livre da doença. Para isso o Ministério da Agricultura faz um trabalho conjunto com os governos estaduais e iniciativa privada para que Amapá, Roraima e Amazonas também sejam reconhecidos.
Certificação abrirá mercados no país e no exterior
Entre outras autoridades da comitiva paraense também esteve o secretário de Estado de Agricultura, Andrei Gustavo Castro, o diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária (Adepará), Sálvio Freire, o presidente da União Nacional da Indústria da Carne (Uniec), Francisco Victer, o ex-diretor da Adepará Mário Moreira e o presidente da Associação Brasileira dos Exportadores de Carne, Gil Reis, entre outros. Para Sálvio Freire, a certificação abrirá as portas do mercado para o comércio nacional e internacional do rebanho paraense e seus produtos e subprodutos, assim como aumentará a capacidade em favor do agronegócio das plantas frigoríficas das regiões II e III e Marajó.

Atualmente, segundo o diretor, a capacidade de abate dessas plantas frigoríficas é superior a quatro milhões de cabeças. Sálvio lembrou que o reconhecimento internacional trará muitos benefícios para o setor. Além da abertura do mercado exportador da carne, frigoríficos localizados em municípios que integram as áreas II e III, a exemplo de Castanhal, Mãe do Rio, Jacundá, Breu Branco, Santarém e outros, deixam de ter restrições sanitárias.

O trânsito do boi em pé também terá redução de restrições, a exemplo do término do período quarentenário por ocasião do transporte do gado de uma região sanitária para outra até a chegada aos portos do Pará. Outro item que será beneficiado é o trânsito do gado paraense para outros estados brasileiros que já possuem a certificação de livre de febre aftosa, a exemplo de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Tocantins.

Empenho – Para o secretário municipal de agricultura de Capanema e presidente do Sindicato Paraense da Pecuária de Corte, Nelson de Araújo, a conquista da certificação é motivo de orgulho e satisfação para produtores e toda sociedade. “É um reconhecimento ao produtor rural paraense, através da Faepa (Federação da Agricultura e Pecuária do Pará), uma vez que o empenho em atender as normas sanitárias contribuiu para o resultado da auditoria feita pela OIE e pelo Ministério. O trabalho desenvolvido pela Adepará e a presença constante do governador nos momentos decisivos elevaram o conceito que o nosso Estado conquistou junto à Organização Mundial da Saúde Animal. O êxito desta conquista trará para o nosso Estado e para seus produtores resultados que há muito tempo estamos buscando. Nossa tarefa maior agora é que o Governo e os produtores façam o dever de casa, que é manter as conquistas”, disse Nelson de Araújo.

A Organização Mundial de Saúde Animal foi criada em 1924 para combater as enfermidades dos animais em nível mundial e atualmente conta com 178 países membros, dispõe de escritórios regionais em todos os continentes e mantém relações permanentes com 45 organizações internacionais. Um dos principais objetivos da Organização é garantir a transparência da situação sanitária no mundo, assim como a garantia da segurança sanitária no comércio mundial de animais e seus produtos, particularmente dos alimentos. As regras internacionais elaboradas pela OIE protegem os países contra enfermidades e são cumpridas pela Organização Mundial do Comércio (OMC).
Pará se consolida como o quarto do país em exportação de carne
A busca pela mudança de status sanitário passou por investimentos de diferentes esferas de governo e dos setores produtivos em torno das ações de defesa agropecuária. Juntos, produtores e técnicos da defesa agropecuária cumpriram as etapas exigidas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Dessa forma, os municípios que integram as áreas II e III, Baixo Amazonas e Marajó tiveram suas propriedades reconhecidas como livre de febre aftosa.
Até pouco tempo, a realidade era outra. Em agosto de 2013, após esforço dos governos, veio o reconhecimento nacional por meio do Ministério da Agricultura. A certificação nacional credenciou os demais municípios paraenses que integram as regiões nordeste, Baixo Amazonas e Marajó a buscar o reconhecimento internacional. Até então, apenas os 44 municípios do sul e sudeste que fazem parte da área I já tinham o reconhecimento nacional e internacional como livres de febre aftosa, portanto, somente propriedades rurais desses municípios poderiam comercializar nacionalmente e exportar o gado para regiões que já possuem a certificação. O certificado internacional significa um avanço para a pecuária paraense, uma vez que o Pará detém o quinto maior rebanho do país e ocupa a quarta posição em produção e exportação de carne.
O reconhecimento, segundo a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), é consequência do resultado do trabalho executado pela agência, que buscou a mudança sanitária com o cumprimento de mais de 38 itens de exigências, entre os quais, a realização de inquéritos sorológicos; serviço veterinário de qualidade; vacinação com níveis de participação superior a 98%; implantação da Guia de Trânsito Animal (GTA) eletrônica e online; implantação do Plano de Carreira, Cargos e Remuneração (PCCR ) da Adepará e demais melhorias na logística de trabalho e investimentos nas ações de defesa da saúde animal.
Oportunidades – Segundo o presidente da União Nacional dos Exportadores de Carne (Uniec), Francisco Victer, o reconhecimento internacional de livre de febre aftosa em todo Estado – não somente da região sul, que já era livre – vai tornar o Pará uma referência como um Estado fornecedor de produtos com qualidade. Victer ressaltou que essa certificação fortalecerá o mercado brasileiro, que já tem referência como país importador e exportador de carne para o mundo. “Vamos ter mais oportunidades de negócios e mais clientes para o mercado paraense, que passará a ter uma carne mais valorizada e a matéria prima, que é o boi, mais credenciada", disse.
Os dados da Adepará de 2013 confirmam que o efetivo bovino do Estado, que reúne as áreas I, II, e III e mais a Ilha do Marajó, já superou os 21 milhões de cabeças. Os 44 municípios que integram a área 1, por exemplo, somam juntos um efetivo bovino de 16.049.068 de cabeças. Em relação a maio de 2013, o plantel cresceu aproximadamente 3% na região. Entre os municípios com potencial para pecuária que mais se destacam com relação ao quantitativo do bovino estão São Félix do Xingu, Marabá, Novo Repartimento e Santana do Araguaia.
O reconhecimento internacional abre mercado à economia paraense, pois a carne é o segundo produto na composição do Produto Interno Bruto (PIB), e a maioria dos municípios paraenses tem a pecuária como principal atividade. A partir da certificação, mais de seis milhões de cabeças do Pará, localizadas em propriedades das regiões que estão recebendo a certificação internacional, estarão credenciadas a ganhar mercado e credenciar ainda mais a pecuária paraense. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Adepará)
Daniel Nardin
Secretaria de Estado de Comunicação
 

26 de maio de 2014

Prefeitura de Belterra divulga provas objetivas e gabarito oficial preliminar

Da Redação
Portal FADESP
Prefeitura de Belterra divulga provas e gabarito dos cargos de nível superior e fundamental
A Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (FADESP) já publicou em sua página eletrônica as provas objetivas e o gabarito oficial preliminar dos candidatos que concorrem a cargos de nível superior e fundamental no concurso público da Prefeitura de Belterra.
O exame foi aplicado no último domingo (25) nos turnos da manhã e tarde, no município.
O concurso teve 3.565 candidatos inscritos e o cargo mais concorrido foi o de Auxiliar Administrativo com lotação na sede do município com 429 inscritos para 17 vagas ofertadas. Em seguida, cargo de Vigia, também com lotação na sede da prefeitura, com 383 inscritos para 15 vagas. A demanda de inscritos no certame foi divulgada nesta quinta-feira (15) na página do concurso.
A prova objetiva dos  candidatos aos cargos de nível médio será realizada no próximo dia 25, no período da manhã, das 8h às 12h.
A Prefeitura de Belterra oferta 347 vagas para cargos efetivos de nível Fundamental, Médio e Superior, entre eles, estão os cargos de Vigia e Serviços Gerais, de nível fundamental; Agente Administrativo, Motorista, Técnico Agrícola, Biodiagnóstico, Radiologia, de nível Médio e Médio Técnico; e Agrônomo, Psicólogo, Enfermeiro e Assistente Social, entre outros, de nível superior. Confira edital
Os salários variam entre R$724,00 e $3.500,00, e a carga horária varia entre 20 a 40 horas semanais.
Texto: Asco/ Fadesp

Ministério da Previdência vai abrir seleção

O Ministério da Previdência Social (MPS) vai abrir novo processo seletivo para contratação de 40 profissionais temporários. Do total de chances, sete serão para nível médio. As 33 vagas restantes serão para nível superior, com chances para graduados em economia, administração, ciências contábeis, tecnologia da informação, atuária, matemática e estatística.
A vigência do contrato será de um ano, com possibilidade de prorrogação por até quatro anos. O MPS já publicou no Diário Oficial da União aviso de licitação para contratação da banca organizadora.
(DOL com informações do Correio Web)

BANDEIRA BRASILEIRA NO CARRO

Vamos colorir as ruas de nossa cidade nas cores do nosso Brasil...

Governo reúne com a direção do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém


Nesta segunda-feira (26), o prefeito Alexandre Von e a diretoria executiva do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém (STTR) trataram sobre diferentes temas, inerentes a uma pauta comum entre o Governo e o Sindicato. Entre os assuntos em pauta, destaque para: mecanização de áreas para produção familiar, recuperação de ramais e vicinais, abastecimento de água, expansão da rede de energia elétrica, investimentos na saúde e educação. Participaram da reunião, os secretários da SEMAP, Rosivaldo Colares e João Clóvis Lisboa (adjunto), Podalyro Neto (Meio Ambiente), e o coordenador de Incentivo à Produção Familiar, Otávio Macêdo. 
Foram abordados os investimentos da Prefeitura na mecanização de áreas para fomentar a produção familiar. No ano agrícola 2013-2014, foram preparados 302 hectares de área mecanizada.  No ano agrícola 2014-2015, a meta é atingir 1000 hectares. 
“E para isso nós vamos trabalhar em sintonia: Coordenadoria de Produção Familiar, STTR e cooperativas de produtores familiares”, reforçou o prefeito. 
A infraestrutura rural também foi discutida, principalmente, a recuperação de ramais e vicinais e construção de pontes. “Nós prestamos conta do que já fizemos nesses 16 meses de gestão e o que nós pretendemos avançar. Inclusive estamos nos habilitando a captar recursos junto ao MDA/INCRA com um valor superior a R$ 20 milhões para estradas vicinais”, explicou o prefeito. 
Governo e Sindicato discutiram sobre abastecimento de água e o Programa Luz para Todos. Sobre meio ambiente foram citados os avanços significativos no Cadastro Ambiental Rural (CAR). 
“O Município está resgatando o Centro Municipal de Informações Ambientais (CIAM) para permitir que avancemos no CAR, no LAR (Licenciamento Ambiental Rural) e ao combate ao desmatamento ilegal no Município de Santarém”, disse Von. 
O prefeito citou os investimentos que estão sendo realizados na área da saúde: com ampliação e construção de unidades de saúde, contratação de Agentes Comunitários de Saúde (ACS’s) e Agentes de Combate a Endemias (ACE’s), atendendo a todas as regiões e bairros urbanos, e, também, na educação: com a construção de creches, quadras cobertas e o planejamento para ampliação e construção de escolas.

24 de maio de 2014

Imagens da celebração de Santa Rita de Kássia






Inscrição para concurso do TJPA termina dia 6 de junho


As inscrições para o concurso público do Tribunal de Justiça do Pará ficarão abertas até às 16h do dia 6 de junho deste ano. O edital do certame foi publicado no último dia 2 de maio e está disponível no site do TJPA. 

Serão abertas 200 vagas para servidores nos níveis médio e superior, sendo 84 vagas para analista judiciário (área/especialidade Direito); 23 para Analista Judiciário (áreas/especialidades diversas como Pedagogia, Psicologia, Serviço Social, Engenharia, dentre outras); 25 para Oficial de Justiça Avaliador; e 68 para Auxiliar Judiciário, além de cadastro de reserva. As inscrições poderão ser feitas somente via internet, das 10 horas de 12 de maio de 2014 às 16 horas de 06 de junho de 2014 (horário oficial de Brasília/DF), no endereço eletrônico da VUNESP (www.vunesp.com.br), instituição responsável pela realização do certame. A data provável de aplicação da prova objetiva é 10 de agosto. A Comissão do concurso é presidida pelo juiz de direito José Antônio Ferreira Cavalcante. Conforme o edital, as 200 vagas serão distribuídas entre os 12 Pólos Judiciários. Em caso de aprovação, os candidatos poderão ser lotados em uma das Comarcas integrantes do respectivo polo judiciário.

Estado inicia pagamento dos salários de maio na segunda-feira


O Governo do Estado inicia na próxima segunda-feira, 26, o pagamento dos servidores públicos da administração direta e indireta referente ao mês de maio. Abaixo, o calendário de pagamento:
 
Dia 26 (segunda-feira) - Inativos militares e pensionistas civis e militares; 
 
Dia 27 (terça-feira) - Inativos civis e pensões especiais/Sead.
 
Dia 28 (quarta-feira) - Auditoria, Casa Civil, Casa Militar, Consultoria Geral, Defensoria Pública, Gabinete da vice-governadoria, Procuradoria Geral, NAF, Secretarias Especiais, Sepaq, Secti, Sead, Sefa, Sepof, Sagri, Sema, Secult, Sedurb, Seel, Seicom, Sejudh, Seop, Sespa, Seter, Seas, Setran, Secom e Setur.
 
Dia 29 (quinta-feira) - Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, Segup, Adepará, Arcon, Asipag, CDI, Ceasa, Cohab, CPC Renato Chaves, Detran, EGPA, Emater, FCG, Fundação Tancredo Neves, FCV, Fasepa, Funtelpa, Fapespa, Hospital de Clínicas, Hospital Ophir Loyola, Hemopa, IAP, Imetropará, Iasep, Igeprev, Imprensa Oficial, Iterpa, Jucepa, Paratur, Prodepa, Santa Casa, Susipe, Uepa, Ideflor, Idesp, Loterpa, CPH e NGTM.
 
Dia 30 (sexta-feira) – Seduc capital e interior

Criança que fêz filme Pedófilo com Xuxa vira ator pornô


Divulgação



     O filme pornô estrelado por Marcelo Ribeiro , de 38 anos, que atuou ainda garoto em “Amor Estranho Amor” ao lado de Xuxa Meneghel, chega às prateleiras das locadoras nesta quinta-feira, 17. Com duas horas de duração, o DVD vai se chamar “Estranho Amor”.
     O título é quase idêntico ao do polêmico filme, dirigido por Walter Hugo Khouri, em 1982, no qual o ex-ator mirim, então com 12 anos,  protagonizou cenas com a apresentadora.
     “Achei a experiência até o momento excelente. Já o que vai acontecer de agora em diante, eu não sei”, disse ele, sobre a repercussão de sua estréia pornô.
     Atualmente solteiro, Marcelo divide as cenas do DVD, todas gravadas em motéis de São Paulo, com a loura Larissa Mendes e as morenas Bruna Ferraz e Babalu – nomes famosos no segmento erótico.

  DIFICULDADE NA PRIMEIRA CENA

      Além do filme com Xuxa, Marcelo atuou aos 11 anos em “Eros, o Deus do Amor”, ao lado de estrelas da época como Dina Sfat e Kate Lyra. Apesar dos dramas eróticos no currículo, o novo astro pornô enfrentou dificuldades no set de gravação.
     “No primeiro dia, pensei que não iria conseguir. Precisei tomar estimulante sexual para ajudar, mas não me senti bem com a pílula. Nunca havia tomado nada parecido”, conta ele. Mesmo com o sufoco, Marcelo conseguiu fazer a cena de estréia com a morena Babalu, conforme mandava o roteiro.
     Há anos longe dos holofotes, ele hoje trabalha como instrutor de informática numa empresa multinacional. “Muita gente já sabe que fiz o filme. Mas vamos ver como as coisas vão repercutir. Eu estou preparado para tudo”, afirma ele, que tem três filhos.
     Dois são adolescentes do primeiro casamento, de 12 e 11 anos. E o caçula de oito meses, da última relação que durou dois anos.
     A produção de “Estranho Amor” durou três dias. Marcelo preferiu trocar o cachê por uma participação nas vendas dos DVDs. Antes dele, Alexandre Frota, Rita Cadilac e Gretchen, entre outros nomes conhecidos, apareceram em filmes pornográficos.

Fonte: Ego.Globo


20 de maio de 2014

28 lugares fantásticos ao redor do mundo que nem mesmo os melhores agentes de viagem conhecem

Esse é mais um post para quem ama viajar. Não só isso, é para aqueles que curtem admirar fotos espetaculares da natureza e de lugares únicos.
Eu particularmente prefiro viajar para lugares com natureza exuberante, onde podemos passar muito mais tempo em contato com o natural do que com o artificial. Se você também é assim, vai ficar morrendo de vontade de visitar cada um desses 28 destinos a seguir.
Aí estão 28 lugares fantásticos ao redor do mundo que nem mesmo os melhores agentes de viagem conhecem (ou se preferir, que pouca gente conhece).

1. Albarracín (Espanha)

Lugares fantásticos (1)
Um lugar místico que ainda tem preservado vilas medievais. Fica no norte da Espanha.

2. Haiku Stairs (Havaí, EUA)

Lugares fantásticos (2)
Também conhecido como Stairway to Heaven (“escadaria para o paraíso”, em tradução livre), a trilha de degraus chega a uma altura de 850 metros acima do nível do mar. Imagine a vista!

3. Huacachina (Peru)

Lugares fantásticos (3)
No meio de muita areia existe um oásis lindo. Cerca de 100 pessoas vivem nesse lugar. Consegue imaginar um recanto melhor para ficar em paz e descansar?

4. Alcázar de Segovia (Espanha)

Lugares fantásticos (4)
Um dos castelos mais famosos da Espanha, o Alcázar de Segovia é uma fortificação de pedra conhecida por sua forma única — alguém mais lembrou de Hogwarts?

5. Quinta da Regaleira (Portugal)

Lugares fantásticos (5)
Gosta de jardins? Então esse lugar é feito para você, porque tem grandes luxuriantes jardins… mas por lá também tem nevoeiros constantes que adensam a aura de mistério do palácio.

6. Dubrovnik (Croácia)

Lugares fantásticos (6)
Aqui está um excelente destino para quem é fã da série Guerra dos Tronos. Foi nessa região que filmaram todas as cenas de paisagem de Porto Real.

7. Aescher (Suíça)

Lugares fantásticos (7)
Com certeza esse é meu destino favorito. No meio das montanhas suíças existe esse pequeno hotel para hospedar aqueles que procuram um bom refúgio para descansar.

8. Bishop Castle (EUA)

Lugares fantásticos (8)
Um dos castelos mais curiosos no mundo, o Castelo Bishop foi construído por apenas um homem: Jim Bishop.

9. Leptis Magna (Líbia)

Lugares fantásticos (9)
Embora esteja localizado na Líbia, esse lugar é na verdade uma herança histórica do Império Romano. Esse é o destino se você tem o desejo de conhecer as obras dos homens de Roma sem visitar a cidade italiana (se é que isso faz algum sentido).

10. Meghalaya (Índia)

Lugares fantásticos (10)
Um lugar incomum, para pessoas incomuns que gostam de chuva. É muito provável visitar esse lugar enquanto chove.

11. Mosteiro Ninho do Tigre (Butão)

Lugares fantásticos (11)
Construído a mais de 900 metros de altura, o mosteiro foi feito para proteger a caverna onde um líder budista meditou por um tempo. 3 anos, 3 meses, 3 semanas, 3 dias e 3 horas para ser exato. Como ele fez isso sem dormir eu não sei.

12. Bagan (Myanmar)

Lugares fantásticos (12)
Uma cidade ancestral no coração de Myanmar. Quer um lugar incomum? Aí está!

13. Ilha Lord Howe (Austrália)

Lugares fantásticos (13)
Lar de um belíssimo recife de corais, esse local ainda conta com uma ilha pouco explorada pela civilização. Eu não sei como você poderia chegar lá, mas certamente seria uma grande aventura. Dizem que apenas 400 turistas por ano são permitidos de visitar a ilha.

14. Hallstatt (Áustria)

Lugares fantásticos (14)
Mais uma vila medieval, agora no interior da Áustria. Um de seus principais pontos turísticos é as minas pré-históricas que tem por lá.

15. Caverna Melissani (Grécia)

Lugares fantásticos (15)
Essa caverna é, além de bonita, enredo para mais uma das tantas histórias da mitologia grega. Segundo a mitologia, este lugar era onde as ninfas viviam e seduziam homens com suas belezas.

16. Chichilianne (França)

Lugares fantásticos (16)
Uma vista fantástica para quem está embaixo. Uma vista fantástica para quem está em cima de seus mais de 2 mil metros de altura. Não tem como ser ruim visitar esse local nos alpes franceses.

17. Xexuão (Marrocos)

Lugares fantásticos (17)
Um lugar peculiar que essa imagem representa muito bem. Dizem que você sabe que está em Xexuão quando vê tons de azul colorindo cada canto da cidade.

18. Capadócia (Turquia)

Lugares fantásticos (18)
Graças a novela Salve Jorge, o destino já não é mais tão desconhecido. Mas é claro que a visita ainda é válida. Quem nunca quis andar de balão? (Euzinho, pois morro de medo de altura)

19. Castello di Sammezzano (Itália)

Lugares fantásticos (19)
A visita no Castello di Sammezzano se deve principalmente a Sala do Pavão (essa da imagem). Eu não vejo um nome melhor para definir isso, e você?

20. Restaurante Grotta Palazzese (Itália)

Lugares fantásticos (20)
Se você estiver na Itália, com fome e com muito dinheiro, não deixe de visitar o Restaurante Grotta Palazzese. A cozinha e as mesas ficam dentro de uma caverna natural, à beira do mar Adriático, ao norte do Mediterrâneo. Certamente um dos restaurantes com as melhores vistas do mundo.

21. Þingvallavatn (Islândia)

Lugares fantásticos (21)
Esse é o lugar para mergulhadores aventureiros que procuram uma experiência única: mergulhar entre as placas tectônicas da Europa e da América do Norte.

22. The Bastei Bridge (Alemanha)

Lugares fantásticos (22)
Uma das grandes heranças saxônicas, contemple esse belo visual formado por combinações de verde e marrom. Se na foto já é bonito, imagine ao vivo.

23. Alter do Chão (Pará, Brasil)

Lugares fantásticos (23)
Achou que o Brasil ia ficar de fora dessa lista? Aí está o principal ponto turístico de Santarém, pois abriga a mais bonita praia de água doce do mundo segundo o jornal inglês The Guardian, ficando conhecida popularmente como Caribe Brasileiro.

24. Hotel Moulin de Roc (França)

Lugares fantásticos (24)
Cercado por um calmo rio, aí está um antigo moinho que foi revitalizado e reformado em um aconchegante hotel. Mais um destino bucólico para quem gosta do interior.

25. Ilha Decepção (Antártica)

Lugares fantásticos (25)
A ilha é povoada por milhares de pinguins, é foco de atividade sísmica e vulcânica e ainda tem uma forma circular. Quer lugar mais exótico do que esse? Eu não entendi muito bem o nome… ;-)

26. Craco (Itália)

Lugares fantásticos (26)
Mais um destino de ponta para os amigos que gostam de história. Essa vila medieval fica cercada por vastas fazendas terrenos irregulares. O resultado é essa vista incrível da foto.

27. Weißgerbergasse (Alemanha)

Lugares fantásticos (27)
Essa cidade é pequena no tamanho, mas de uma enorme carga cultural. Quer conhecer raízes da cultura alemã? Esse é o lugar.

28. Blagaj (Bósnia e Herzegovina)

Lugares fantásticos (28)
Dizem que as águas do rio Buna são estonteantes. Quem tem a chance de explorar as cavernas e as quedas d’água da região voltam se perguntando “Eu estou no paraíso?”.