10 de março de 2016

Carnês do IPTU 2016 serão entregues com atraso em Santarém, PA

Previsão da distribuição dos carnês ficou para a 2ª quinzena de março.
Em 2016, pelo menos 81 mil contribuintes foram cadastrados no IPTU.


Os primeiros lotes do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) serão entregues com atraso aos contribuintes em Santarém, no oeste do Pará. A previsão da distribuição dos carnês ficou para a 2ª quinzena do mês de março. De acordo com a Divisão de Tributos, o atraso foi necessário para algumas adequações, entre elas, mudanças na forma de arrecadação dos valores. O atraso para a entrega dos carnês será de 15 a 30 dias. A partir do novo prazo de entrega, o serviço será feito por uma empresa terceirizada.
De acordo com o chefe Divisão de Tributos, Vilberto de Sá,  o município enfrentou dificuldades em relação ao cadastro dos contribuintes. “Houve uma mudança na instituição bancária que presta serviço para a prefeitura após uma licitação e esta nova instituição deve se adequar a nova norma da Federação de Bancos. A partir daí o contribuinte receberá o carnê em casa, antes do prazo de vencimento”,explica.
100% dos valores arrecadadosÁrea ou serviços
53%infraestrutura
25%educação
15%saúde
7%câmara municipal
Fonte: Divisão de Tributos de Santarém
Para os que optarem pela antecipação das parcelas, haverá descontos de 30% na primeira cota e de 20% da segunda. Caso o contribuinte não efetue o pagamento no prazo definido, poderá optar pelo parcelamento, feito em oito vezes.

Até 2015, o município possuía 78 mil contribuintes cadastrados no IPTU. Em 2016, o número passou para 81 mil contribuintes e destes, 51% não estão em dia com o pagamento do imposto. Dos 100% dos valores arrecadados, 53% são para obras de infraestrutura, 25% para educação, 15% para a saúde e 7% para a Câmara Municipal.

Quem paga o IPTU em dia já esperava pela liberação dos carnês, como é o caso do taxista Ezequiel da Silva. “Eu prefiro que o carnê chegue na data mesmo para que eu possa me livrar logo das contas. O que eu não quero é que aumente o preço, que o valor se mantenha, porque a situação financeira das pessoas não está boa com a crise”, afirma.
IPTU
O IPTU é um imposto que provém de propriedade, de domínio útil ou a posse de bem imóvel por natureza ou acessão física, como definido na lei civil, localizada na zona urbana, zona de expansão urbana e sede de distritos dos municípios incluindo todos os tipos de imóveis, sendo residências, prédios comerciais e industriais, terrenos e chácaras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário