30 de novembro de 2010

ONDE ESTÁ O DINHEIRO DOS EMPRÉSTIMOS?

Durante o mandato de Ana Júlia Carepa (PT/DS) como governadora do Pará, o Estado contraiu empréstimos superiores a R$ 2 bilhões. Mas o que se vê, três anos, dez meses e 29 dias depois, é que muito pouco foi feito no Pará, em termos de infraestrutura, no governo petista.

A pergunta que não quer calar e que deve ser esclarecida pelas equipes de transição entre os governos de Ana Júlia e Simão Jatene (PSDB): Onde está o dinheiro?

Com dois bilhões de reais daria para construir oito obras como a Alça Viária - com três grandes pontes de concreto - ou mesmo 20 centros de convenção como o Hangar.

Mas onde estão as obras do governo Ana Júlia em todo o Estado? No Programa Navega Pará, de inclusão digital? No Programa Bolsa-Trabalho? Qual grande hospital foi construído nos últimos quatro anos? Qual escola de grande porte foi feita? Qual rodovia foi asfaltada em sua plenitude?

Com a palavra - para o dever de resposta - a governadora Ana Júlia Carepa e seu coordenador da transição, o secretário de Governo Edilson Rodrigues.

Nota pinçada do blog do cientista político Edir Veiga

"Jatene encontrará um estado com novas dívidas, só de novos empréstimos foram dois bi e quatrocentos milhões. Não sabemos ao certo, quanto deste valor foi destinado a investimento em infra-estrutura econômica, o que poderá gerar retorno em médio prazo.

Creio que o povo do Pará precisa saber como estes recursos foram gastos. Não estou preocupado em especular sobre nenhuma dimensão de "desvios", mas sim, quero saber quanto deste recurso foi em direção de gastos fixos e permanentes e quanto foi destinado para investimento estratégicos para a economia do estado.

Creio que a governadora em mandato findante e ou, o novo governador, devem informar, ao povo do Pará, sobre o destino deste empréstimo bilionário, que será pago pelo povo do Pará, nos próximos trinta ou quarenta anos.

Fonte: www.bilhetim.blogspot.com

29 de novembro de 2010

IMAGEM DO CÍRIO 2010

28 de novembro de 2010

ENFIM UMA SERVENTIA!


A passarela em frente ao Mercado Modelo foi enfim descoberta para que serve, para os fiéis verem a passagem da Santa na chegada as próximidades da Igreja da Matriz.

DESCASO X PERIGO NA ORLA


Veja em plena Orla da Cidade fios elétrico exposto próximo o trenzinho onde o acesso de crianças é muito intenso o tamanho do perigo e descaso da administração pública.

27 de novembro de 2010

24 de novembro de 2010

Vereador preocupado com o débito da prefeitura


O vereador Erasmo Maia (DEM), na tribuna mostrou-se preocupado com o débito da prefeitura e que segundo ele, está aumentando a cada dia.
O vereador disse que fez uma relação entre o orçamento aprovado pela Câmara, em torno de R$ 460 milhões, “mas que na realidade executado ele chega a pouco mais de R$ 200 milhões”, assegura.
“Quando se trata de pessoal, o município está no limite máximo, praticamente já extrapolando esse limite e isso também nos preocupa, por que   já está chegando em 53,5%”, descreve.
O vereador assegura que o volume gasto com pessoal até agosto é em torno de R$ 128 milhões, “quando nós temos dados que no orçamento do município deste ano, o investimento não chegou a 50% desse valor.
“A avaliação é que há uma falta de cuidado com esses recursos e parece estar sem controle na questão do pessoal da prefeitura e para justificar as demissões que irão acontecer, por determinação ou não do Ministério Público, terão que ser feitas por estar no limite da lei e se ultrapassar o número limite a gestora é passivel de responder na justiça, por conta desse cuidado”, observa.
Erasmo diz não ter dúvida que dá para administrar o município de Santarém, sem o número exorbitante de temporários. “A maioria deles trabalha, mas, no entanto executam suas funções de forma desordenada e nós acreditamos que com a organização da gestão é possível produzir muito mais e atender áreas como a saúde que está com o atendimento precário”, avalia.
“É possível chamar todos os concursados, porque na relação de contratados são mais de 4.200, só na educação são 1.300, é possível fazer tudo isso, sem ferir a Constituição, a Lei Orgânica e fazendo uma gestão eficiente”, recomenda. 
Fonte:ASCOM/CMS

Emendas ao Orçamento da União garantem verbas para o plebiscitos do Tapajós e Carajás

Os Deputados Lira Maia e Giovanni Queiroz estiveram em audiência no Supremo Tribunal Federal com o Presidente do TSE, Ministro Ricardo Lewandowiski, para tratar dos recursos orçamentários referentes à realização dos Plebiscitos. Ficou acertado que os Deputados Lira Maia, Giovanni Queiroz e outros Deputados da bancada paraense apresentarão emendas individuais visando alocar os recursos para a realização dos Plebiscitos. Após a audiência com o Ministro Lewandowiski, os Deputados foram até o TSE e definiram todos os detalhes técnicos para a elaboração das emendas que irão garantir os recursos para a realização dos Plebiscitos do Tapajós e do Carajás.
“Se ainda existia algum empecilho para a realização dos Plebiscitos do Tapajós e do Carajás este deixou de existir a partir de hoje com a garantia dos recursos orçamentários e a partir da manifestação do Presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Deputado Marco Maia de colocar os projetos para votação, acredito que o tão sonhado Plebiscito será uma realidade no próximo ano”, concluiu o Deputado Lira Maia
Fonte: Gab. Deputado Lira Maia

23 de novembro de 2010

Vereador reafirma: Presídio ficou sem alimentação


O vereador Henderson Pinto (DEM), na Tribuna reafirmou que na semana passada o presídio de Cucurunã ficou sem alimentação.

“O diretor não confirmou essa informação, mas são fontes de dentro do presídio, de funcionários que me repassaram que eu não vou poder divulgar o nome dessas pessoas, porque infelizmente não vivemos num país que se diz democrático, mas quando alguém lhe dá alguma informação desse nível, precisa de sigilo para não sofrer represálias”.

“Solicitei do presidente José Maria Tapajós, a visita da Comissão de Direitos Humanos da Câmara ao presídio, para constar “in loco”, a devida situação”, defendeu. 
Fonte: ASCOM

17 de novembro de 2010

Projeção oficial do PIB sobe para 7,5%

O dado foi divulgado ontem pelo ministro Paulo Bernardo (Planejamento), em audiência na Comissão Mista de Orçamento.
Durante a exposição, Bernardo apontou ainda uma redução na projeção do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de 2010, de 5,5% para 5,3%. Com isso, a projeção do valor do salário mínimo caiu de R$ 538,15 para R$ 536,88.
O reajuste do mínimo é calculado pela variação do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes mais o INPC acumulado desde o reajuste anterior. De toda forma, o titular do Planejamento já fez a proposta de arredondar o valor para R$ 540, e afirmou que valores acima disso dependeriam de uma decisão política.

No Congresso, centrais sindicais pressionam por um mínimo de R$ 580, enquanto a oposição defende o valor de R$ 600, uma das bandeiras do candidato derrotado à presidência José Serra (PSDB).
Como a Folha de S.Paulo noticiou no último sábado, o presidente Lula e a presidente eleita Dilma Rousseff querem fixar em no máximo R$ 550 o valor do mínimo no próximo ano.
CÂMBIO
O ministro Guido Mantega (Fazenda) afirmou que a alta acumulada de 2,6% do dólar na semana passada é um sinal de que as medidas do governo para evitar a valorização do real estão surtindo efeito.
“Com certeza [as medidas estão surtindo efeito], mas não é só isso”, afirmou, questionado sobre a alta do dólar nos últimos dias. Ele não explicou quais seriam as outras razões para o avanço do dólar nem comentou as discussões da reunião de cúpula do G20, na Coreia do Sul.
Para evitar a valorização excessiva do real, que prejudica as empresas brasileiras exportadoras tirando a competitividade dos produtos, o governo brasileiro anunciou uma série de medidas.
Entre elas, destaca-se o aumento do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incidente nos investimentos estrangeiros em renda fixa no país, que passou para 6%, além de aumentar o IOF sobre a margem de garantia para investimento estrangeiro no mercado futuro.
Anteontem, o dólar comercial se valorizou em mais 0,92%, cotado a R$ 1,740.
Já a Bovespa, sofrendo os efeitos da crise da dívida na Europa, se contraiu em 1,67%, apagando boa parte do fraco ganho acumulado neste ano. As principais ações se desvalorizaram entre 1% e 2%, a exemplo de Vale, Petrobras, Itaú-Unibanco e OGX.
As Bolsas norte-americanas seguiram o mesmo caminho, registrando quedas pouco maiores que 1%. Já as europeias, que estão no epicentro da crise, com as dúvidas sobre países como a Irlanda, amargaram suas piores perdas em mais de quatro meses.
(Folhapress)

Proposta do Dep. Lira Maia

O Deputado Lira Maia apresentou na tarde desta terça-feira(16) o Projeto de Lei nº 7.902/2010  que “Institui o número único de Registro de Identidade Civil.”
Pela proposta de Lira Maia da nova carteira de Identidade deverá constar fotografia, números do registro geral, do CPF, da carteira de motorista, do titulo de eleitor, do certificado militar, do pis/pasep, da carteira de trabalho e do passaporte, devendo estas informações serem armazenadas em código de barras e chip de segurança.
Para o Deputado Lira Maia o objetivo da proposta é modernizar o uso de documentos pelos cidadãos. Segundo o parlamentar, “Atualmente, existe um verdadeiro exagero na identificação das pessoas para diversas finalidades. São amontoados de números e informações contidos em vários documentos, que só atrapalham e confundem aqueles que deles precisam fazer uso. Quando esses documentos são extraviados, perdidos ou furtados, há uma dificuldade imensa para conseguir a segunda via”.
Em determinadas regiões do País, tirar a segunda via de um documento é uma via crucis, com muitas horas perdidas e muito esforço realizado. Isto provoca um prejuízo significativo para o portador do documento, para os empregadores e para a economia do País. “A simplificação dos documentos é uma necessidade, até mesmo diante da modernidade e dos avanços tecnológicos do nosso tempo. Não podemos mais continuar a usar meios primitivos e ultrapassados de identificação das pessoas” concluiu o Deputado Lira Maia.
Fonte Blog do Colares

4 de novembro de 2010

Eia/Rima do terminal da Cargill

Os vereadores Erasmo Maia, Henderson Pinto e Jailson do Mojuí estão participando hoje (04/11) na sede da Associação Nipo-Brasileira, em Belém, da segunda audiência pública convocada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente(Sema) para análise e discussão do Eia/Rima do terminal da Cargill em Santarém.

Concursados ainda aguardam ser nomeados.

Os concursados da Prefeitura Municipal de Santarém estão novamente se mobilizando para cobrar seus direitos junto a justiça competente.

3 de novembro de 2010