10 de fevereiro de 2012

EXTRATIVISTAS ASSASSINADOS NO PARÁ FORAM HOMENAGEADOS PELA ONU



O assassinato de José Cláudio e Maria continua sem apuração plena nem julgamento

Os extrativistas José Claudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo, assassinados no ano passado em um assentamento no Pará, foram homenageados, nesta quinta-feira, em cerimônia da ONU, em Nova York, que premiou "heróis da floresta" no mundo.

O prêmio especial do júri foi entregue à irmã de Maria, a professora Laísa Santos Sampaio, 46, que vive no mesmo assentamento, em Nova Ipixuna (sudeste paraense), com a família e afirma ainda sofrer ameaças de morte.

Também receberam prêmios ativistas ambientais de cinco regiões, selecionados entre 41 países. O diretor da campanha Amazônia do Greenpeace, Paulo Adario, foi o vencedor entre os finalistas da América Latina.
O evento encerra as ações do Ano Internacional das Florestas.

Para ler mais, http://www1.folha.uol.com.br/poder/1046395-extrativistas-mortos-no-pa-recebem-homenagem-na-onu.shtml 

Nenhum comentário:

Postar um comentário