11 de fevereiro de 2012

Polícia Civil usará novo sistema de registro de boletins de ocorrência


Começa a funcionar segunda-feira (13) um novo sistema de registro de boletins de ocorrência policial nas delegacias, o Sisp Offline. A ferramenta garante o atendimento ao público mesmo quando o sistema Sisp Web, acessado pela internet, estiver fora do ar. A plataforma foi apresentada a policiais civis da região metropolitana de Belém no auditório da Delegacia Geral, por profissionais da Empresa de Processamento de Dados do Pará (Prodepa).
A Prodepa é a responsável pelo desenvolvimento e manutenção do sistema, que, sob supervisão da Polícia Civil, será implantado inicialmente nas seccionais urbanas de São Braz, Marambaia e Cidade Nova e na Divisão Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). A meta, segundo o diretor de Informática da Polícia Civil, Altemir Pacheco, é implantar gradativamente o Sisp Offline nas demais delegacias.
O diretor de Desenvolvimento de Sistemas da Prodepa, Lourenço Monteiro, explicou que a versão offline do Sisp, ou Sistema Integrado de Segurança Pública, vai diminuir as reclamações da população quando ocorre o chamado “sistema fora do ar”, que impede o registro de boletins de ocorrências policiais nas delegacias. Ele avalia positivamente o sistema Sisp Web, atualmente instalado nas delegacias.
“Temos um dos melhores sistemas de registro e monitoramento de ocorrência policiais do Brasil”, ressaltou. Durante a apresentação do Sisp Offline, feita pelo analista de sistemas da Prodepa Luiz Guilherme Cruz, os policiais civis puderam esclarecer dúvidas quanto à nova ferramenta. Ele explicou que o sistema vai entrar em operação automaticamente quando houver ausência de comunicação com o servidor.
Um sinal em vermelho será a identificação do Sisp Offline, que tem o mesmo formato do Sisp Web. Quando estiver operando o sistema fora do ar, as ocorrências ficarão registradas no próprio computador usado pelo escrivão da Polícia Civil. Será gerado um número do boletim de ocorrência, ao fim do atendimento. O boletim registrado no Sisp Offline é igual ao do Sisp Web. O documento será impresso normalmente para ser entregue ao usuário.
Assim que o sistema voltar ao ar, os dados da ocorrência registrada no Sisp Offline vão migrar para o Sisp Web automaticamente. Para o delegado geral, Luiz Fernandes Rocha, a implantação do sistema offline representa uma nova etapa na história do registro de boletins de ocorrência policial no Brasil, colocando o Pará na frente de muitos Estados em avanços tecnológicos. “Vamos ter um serviço de qualidade para todo Estado”, ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário