4 de agosto de 2010

‘ASSALTO ESPETACULAR’: LADRÕES ROUBAM 1 MILHÃO DO BANPARÁ EM SANTARÉM

Um assalto espetacular aconteceu de ontem para hoje, 03, na agência do Banco do Estado do Pará, em Santarém/PA, de onde os assaltantes levaram, segundo informações extra-oficiais, aproximadamente um milhão de reais em dinheiro.
Segundo informações, os meliantes já estariam em Santarém há um mês observando a vida e o comportamento do gerente do Banpará e sua família, e na noite de ontem, 02, começaram a agir.
Fontes informaram que, por volta das 20:00 horas de ontem, três meliantes abordaram o gerente do banco dentro de sua residência e renderam toda sua família, tomando-os como reféns do assalto.
A família teria ficado na casa sob a mira e ameaças dos três assaltantes até por volta das 04:00 horas da madrugada de hoje, quando dois deles levaram a esposa e dois filhos menores no próprio carro do gerente até um ramal, no bairro jutaí, distante uns três quilômetros da Rodovia Santarém/Curuá-una. Naquele local, a esposa e filhos foram colocadas dentro de um matagal e ali ficaram sob a guarda e ameaça de apenas um assaltante, enquanto que o outro retornou com o veículo para a casa do gerente, onde estava refém.
Bem vestidos, inclusive um deles usava terno e gravata, ordenou que o gerente dirigisse o próprio carro e ficaram pela orla da cidade até por volta das 07:00 horas, quando o gerente foi obrigado, sob ameaça de matarem a esposa e filhos que estavam seqüestrados dentro do mato, a ir normalmente até o banco e desativar o alarme da agência, e alertar o único segurança e demais funcionários de que tinha um assalto em andamento e não dessem alarme, pois caso algo de errado acontecesse, seus familiares seriam executados.
O gerente chegou na agência normalmente, porém acompanhado de um assaltante, e falou ao segurança o que lhe tinha sido ordenado, de que não era para dar alarme e ficasse tranqüilo que um assalto estava em andamento e sua família estava seqüestrada. O segurança teve logo sua arma roubada.
Logo em seguida chegou o outro assaltante, usando terno e gravata, que adentrou na agência e ficou no salão rendendo os funcionários que chegavam e ordenava que continuassem seus trabalhos normalmente, e apenas exigia os telefones celulares, enquanto que o outro meliante seguiu com o gerente até o cofre forte da agência e o obrigou a abri-lo.
Do cofre levaram quase todo o dinheiro, cerca de um milhão de reais, em duas bolsas de couro e uma mochila. Segundo informações, só levaram as cédulas de maior valor.
Os dois assaltantes saíram da agência, cerca de meia hora depois, andando normalmente pela Rua Floriano Peixoto e dobraram na Travessa 15 de novembro em direção da Avenida Rui Barbosa. Um veículo teria dado apoio na fuga dos dois assaltantes, informação não confirmada pela polícia.
Após roubarem o dinheiro, os assaltantes ordenaram que todos ficassem dentro da agência e que era para aguardar um pouco, após a fuga, que a esposa e filhos do gerente seriam liberados. O que aconteceu alguns minutos depois, quando a polícia foi acionada.
Informações dão conta de que apenas três, ou no máximo quatro, pessoas praticaram o assalto, tido pelos policiais como ‘espetacular’, pela tática, frieza e tranquilidade como o roubo foi executado, sem molestar fisicamente as vítimas e tampouco efetuarem algum disparo de arma, apesar de estarem portando pistolas e, possivelmente, um fuzil.
A polícia civil está diligenciando na tentativa de localizar e prender os assaltantes, mas, segundo informações dos policiais, não está descartada a participação de pessoas de Santarém no crime.
Fonte: blog do itamar

Nenhum comentário:

Postar um comentário