9 de junho de 2011

Escolas de Santarém mostram aos alunos a importância da contribuição fiscal

Discutir a importância da contribuição fiscal entre crianças e jovens é um desafio que duas escola estaduais de Santarém (município do oeste paraense) aceitaram, por meio do projeto de Educação Fiscal desenvolvido pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa). Com atividades lúdicas, incluindo jogos, peças teatrais e corais, as Escolas Fluminense e Irmã Leodgard aproximaram seus alunos da contribuição fiscal, um tema complexo, mas presente no cotidiano de toda a população.
“Percebemos que através de atividades simples poderíamos despertar o interesse pelo tema em nossos alunos. Passamos a utilizar em nossas atividades exemplos do dia a dia, como a feirinha, que estimula e ensina a maneira correta de comprar e exigir o cupom fiscal, e também atividades culturais, como o canto”, explica Iolanda Aurora, diretora da Escola Fluminense.
O resultado foi extremamente positivo, além de aprender mais sobre a contribuição fiscal os alunos realizaram várias apresentações com o coral, parodiando o tema “Educar para o Exercício da Cidadania”.
Conscientização - “De uma maneira simples, temos a oportunidade de multiplicar essa informação em casa e na comunidade. Nosso objetivo é conscientizar os alunos de seus direitos e contribuir para a formação de cidadãos. Para isso é desenvolvido um trabalho que os aproxima cada vez mais do tema”, afirma a diretora.
Na Escola Irmã Leodgard o teatro foi a forma encontrada para facilitar o aprendizado sobre contribuição fiscal. Os alunos aprendem brincando, desenvolvendo peças teatrais e cordéis ao longo do ano. “Tivemos uma aceitação tão positiva, que no ano passado a peça encenada por nossos alunos foi escolhida pela Sefa para ser apresentada em Belém, fortalecendo ainda mais nosso trabalho”, ressalta Roseli Evangelista, diretora da escola.
O projeto, desenvolvido há três anos na escola, começou com apenas uma turma e hoje todos os 500 alunos matriculados participam do projeto, com atividades que vão além da sala de aula. A educação fiscal, que integra o currículo escolar, é planejada junto com as outras atividades escolares durante a Semana Pedagógica, no inicio do ano. Ao final do evento é realizada a “Mostra de Educação Fiscal”, reunindo os trabalhos que mais se destacaram.
Agência Pará de Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário